quarta-feira, dezembro 31, 2008

Boas entradas em 2009!

No final de cada ano é comum fazermos uma retrospectiva de tudo o que passou. 2008 será inevitavelmente um ano marcante para mim. Jamais poderei esquecer as coisas muito positivas que me aconteceram, sendo também um ano de algumas mudanças na minha vida. Posso dizer que o balanço de 2008 é extremamente positivo (até ao momento em que escrevo).

Também é normal termos alguns desejos para o ano que se inicia e eu não fujo à regra, tendo três grandes desejos:

- Continuar a ter muito trabalho

- Poder continuar a amar e a ser amado por família e amigos

- Ter saúde e motivos para grandes gargalhadas ao longo de todo o ano

Basicamente, já ficaria satisfeito se todas as grandes alegrias sentidas em 2008 se repetissem em 2009.

Quanto aos leitores/amigos que me visitam neste blogue, espero que continuem a ser fiéis ao Artigos e Tal e obrigado por me darem motivação diária para escrever aqui. A todos vós, um GRANDE 2009!

terça-feira, dezembro 30, 2008

Louco

O Paulo Couto falou-me num tal de Remi que passava na Eurosport com alguns vídeos engraçados. Mostrou-me no You Tube e reparem bem no que este homem faz. Ele é francês e chama-se Remi Gaillard. É doido e capaz das situações mais caricatas. Vejam bem...



Ensaios

«Pois. Portanto, o arquitecto Gamarra, descobriu um planeta em Idanha-a-Nova. E o que é que está a pensar fazer com esse planeta? Um snack-bar para camionistas?

- Não seja ridículo.

Tenho de ser. É o meu ganha-pão.»

Tubo de Ensaio - Bruno Nogueira & João Quadros


Ainda bem que para alguns isso dá dinheiro. Outros...enfim...

domingo, dezembro 28, 2008

Era escusado

Ouvi agorinha mesmo num daqueles programas fantásticos da TVI. Perguntaram à Rita Pereira se o Angélico lhe tinha oferecido lingerie no Natal ou se já nem sequer usavam lingerie. A Júlia Pinheiro teve uma tirada ao seu nível, perguntando: "o Angélico usa soutien?". Ao que Manuel Luís Goucha resolveu acrescentar:

"Já vi outros começarem por menos"

De quem é que ele estaria a falar?!

sexta-feira, dezembro 26, 2008

O Amor e a Loucura

Diz-me onde vais óh Loucura
Quando o Amor já ficou para trás.
Diz-me o que persegues
E eu acompanho-te…
Vê o que fizeste!
Parei para pensar e tudo o que tinha acabou
Onde estavas enquanto caía num poço sem fundo?
Viajavas de mão dada com a Perdição
E eu fui contigo…
O Amor partiu rumo a outras paragens
E a Loucura, essa, ficou ao meu lado!

B.M.

Parece que este poema fez sucesso algures por aí...

Música

Uma das músicas que mais gosto neste momento. Espero que também seja do vosso agrado...



The Killers - Human

quarta-feira, dezembro 24, 2008

BOM NATAL!

Mais rico em histórias e experiências, estou de regresso ainda a tempo de desejar a todos os amigos e demais visitantes deste blogue um Feliz Natal junto daqueles que são realmente importantes.
Já agora que 2009 seja feito de dias com céu sempre azul e de navegação em águas calmas.

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Até breve!

Um pequeno interregno...

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Pensamento

Quando queremos arrumar qualquer coisa acabamos sempre por demorar o dobro do tempo previsto e ter o dobro do trabalho. Acho que nunca temos a verdadeira noção do quão desarrumados somos. Só quando decidimos arrumar o que quer que seja...

domingo, novembro 30, 2008

Palavra que gosto

TRANCADAS


Esta é uma palavra muito gira porque pode ter diferentes significados, dependendo da aplicação que fazemos numa frase. É por palavras como estas que dizem que a língua portuguesa é muito traiçoeira

Música

Aqui fica um som bem bonito para o fim-de-semana prolongado...



Madcon - Beggin

quarta-feira, novembro 26, 2008

Esclarecimento

Muitas pessoas dizem o mal o nome do jornal famalicense onde trabalho. Atenção porque este erro é dado por um número considerável de famalicenses. Assim, aqui fica o esclarecimento:

União Pública (INCORRECTO)

Opinião Pública (CORRECTO)

Para ver se as pessoas chegam aos quiosques e pedem o jornal de forma correcta...

terça-feira, novembro 25, 2008

Pergunta

Qual era o ponto fraco do célebre Aquiles, o tendão ou o calcanhar?

Estou confuso...

domingo, novembro 23, 2008

Não te quero senão porque te quero

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Talvez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.

Pablo Neruda

quarta-feira, novembro 19, 2008

Family Guy

Chamem-me imaturo ou estúpido. Mas eu gosto de ver esta série, principalmente nos dias em que estou com pouca paciência...

terça-feira, novembro 18, 2008

Praias

Eu sei quais são as minhas praias. Tenho algumas.

Acho que todos os dias luto por todas elas, por nadar nas águas límpidas e quentes que elas me podem oferecer. É bom termos praias e acreditarmos que um dia podemos lá chegar. Eu luto, por muito que me sinta cansado...

segunda-feira, novembro 17, 2008

Convite

Hoje recebi um convite irrecusável pelo telefone. Pena que tinha alguns "ses" e o meu interlocutor tinha também algumas dúvidas na concretização dos seus planos que implicariam que o referido convite ficasse por isso mesmo, um convite.

E normalmente é isso que acontecesse com grande parte dos convites. Tem a sua parte extremamente positiva e depois algo de duvidoso. Quero acreditar no cenário muito optimista que o meu interlocutor criou. Espero até que essa grande projecção aconteça. E aí terei todo o prazer em aceitar o convite.

sábado, novembro 15, 2008

Palavras

«Palavras nada mais são do que palavras.
Umas mais fortes e puras,
Outras mais crueis e brutas.
Meras palavras...»

BM

Love

Aqui fica uma grande grande música. Já agora recomendo que vejam o filme "Control", que retrata a vida de Ian Curtis, vocalista dos Joy Division. Vale a pena ver porque é realmente muito bom.



Joy Division - Love Will Tear Us Apart

quinta-feira, novembro 13, 2008

Curioso

Ontem reparei num isqueiro perdido em cima de uma das mesas da Redacção. Um daqueles isqueiros publicitários, oferecidos como brinde. Até aí tudo normal, não fosse a publicidade nele contida ser de um armador, ou seja, de uma agência funerária.

Ora, como um isqueiro serve normalmente para acender cigarros e se diz que o cigarro mata, este brinde não deixa de ser um excelente meio publicitário para todos os armadores deste país. No entanto, achei esta associação um pouco mórbida. Será que a publicidade nos isqueiros foi propositada?

quarta-feira, novembro 12, 2008

Pensamento

«Viver é esquecer as contrariedades do passado e pensar as alegrias do futuro»

BM

segunda-feira, novembro 10, 2008

Uma brincadeira

Estava eu no You Tube à procura de algo extraordinário e encontrei este video. Achei demais e na minha modesta opinião o Miguel Veloso gosta muito do Manuel Fernandes. Mas isto sou só eu a imaginar...

sábado, novembro 08, 2008

Palavra que gosto

Négliger

sexta-feira, novembro 07, 2008

Pensamento do dia

«Mesmo que possas mandar fazer, o melhor é seres tu a fazê-lo»

quinta-feira, novembro 06, 2008

Coisas importantes

Há certas alturas na vida em que realmente percebemos a importância das coisas. Percebemos que às vezes é escusado termos alguns sentimentos. Porque não nos levam a qualquer lado e afinal a nossa presença terrena é demasiado curta.

quarta-feira, novembro 05, 2008

A ver vamos

Se há expressão que gosto de utilizar é esta: "a ver vamos". Porque deixa sempre no ar aquela incerteza. Ou seja, nunca ficamos mal se utilizarmos esta expressão. Sobretudo quando não temos a certeza se vamos cumprir aquilo que prometemos. A ver vamos se gostam desta música...



Sebenta - A Ver Vamos

terça-feira, novembro 04, 2008

Americanos

Hoje, enquanto tomava o pequeno almoço e assistia às notícias do dia, fiz-me a seguinte pergunta: "será que sou americano?".

sexta-feira, outubro 31, 2008

O meu é maior do que o teu

Os seres humanos têm a natural tendência para comparar tudo. Começamos desde novos a ser comparados. As mãezinhas não se fartam de dizer: "ai, o meu filho já faz isto". "Ai, o meu já faz aquilo", responde a outra. E as comparações sucedem-se pela vida fora.

O objectivo é sempre decifrar o que é melhor, maior, mais bonito, mais caro, e por aí fora. Conclusão, estamos sempre a ser comparados. E não fiquem tristes com o que quer que seja porque existe sempre alguém que nos supera. E pensem que quando não têm o maior, pelo menos poderão ter o de melhor qualidade. As duas coisas juntas é mais difícil...

quinta-feira, outubro 30, 2008

Alguém me disse

Há sempre alguém que diz que disse. Gosto disto do "diz que disse".



The Killers - Somebody Told Me

quarta-feira, outubro 29, 2008

Amuos

Há pessoas com as quais não me consigo chatear ou zangar. O máximo que consigo é amuar! Mas fico sempre cheio de vontade de fazer voltar tudo à normalidade. Isso acontece com as pessoas de quem gosto verdadeiramente.

Depois há situações e pessoas que nem sequer merecem os amuos. Nesses casos, respira-se fundo e segue-se em frente.

terça-feira, outubro 28, 2008

Uma folha em branco

Quantas vezes nos deparamos com uma folha em branco? Que surge como que um desafio à inspiração e à correcta ordenação das palavras. Há dias em que não é fácil preencher o espaço em branco e contemplar de seguida um belo texto.


Há dias em que as palavras fluem naturalmente, sem grande esforço, outros em que simplesmente são arrancadas lá do mais fundo espaço onde habitam. Seja na cabeça ou no coração. E comparo uma folha em branco à nossa vida.

Quando nascemos somos uma folha em branco. Os anos passam e vamos escrevendo nessa folha as nossas memórias, sensações, vivências, amores, desencantos e outras coisas que tais. A folha pode ficar amarrotada, rasgar-se, o texto pode às vezes ser triste, mal escrito, mas no fim de tudo é o "nosso texto". É a nossa folha preenchida. É a nossa vida.

segunda-feira, outubro 27, 2008

As segundas

Respiro fundo, olho à minha volta e suspiro...

Afinal é só mais uma segunda-feira de trabalho...

sexta-feira, outubro 24, 2008

Bonecos



Dresden Dolls - Coin-Operated Boy

quarta-feira, outubro 22, 2008

Azares

Um azar nunca vem só. É um velho ditado. E realmente é bem verdade. Os azares vêm aos pares e parece que acontecem sempre às mesmas pessoas. Que fazer?

De azar em azar, resta levantarmo-nos e seguir em frente. Andar de cabeça erguida e encarar os obstáculos com o dobro das forças.

terça-feira, outubro 21, 2008

Quando corre mal

Há dias em que tudo corre mal. Pelo menos, longe da forma como idealizamos. Ao mesmo tempo tenho a noção de que invariavelmente tudo se repete. O mesmo quer dizer que já estava à espera que corressem mal. Pior do que tudo é que me sinto impotente para evitar que certas coisas corram mal. Confuso? Sem dúvida.

O que fazer quando corre mal? Dormir sobre o assunto e esperar que o dia de amanhã seja um pouco melhor.

segunda-feira, outubro 20, 2008

Frase

«Não quero ser um pobre jornalista desportivo para sempre»

Pini Zahavi, empresário de futebol


Este agente FIFA, que representa João Moutinho, entre outros, começou por ser jornalista desportivo. Decidiu mudar de vida e até ao momento parece sair-se bem.

Atropelamentos...

«O tipo andava aos ziguezagues de um lado para o outro da estrada. Tive que me desviar uma porção de vezes antes de o atropelar»

OU

«O peão não sabia para onde ia, então eu atropelei-o!»

OU

«Eu tinha a certeza que o velho não conseguia chegar ao outro lado da estrada, por isso atropelei-o»

...em participações de seguros!

sábado, outubro 18, 2008

Frase

«O tamanho da tua inveja é a razão do meu sucesso»

Porque os restaurantes também são locais para frases cheias de sentido...

quarta-feira, outubro 15, 2008

Para onde olhar?

Já vos aconteceu estar a conversar com alguém e não conseguir evitar olhar para qualquer pormenor dessa pessoa?

Por exemplo, quando a pessoa que está à nossa frente, com algo pendurado no nariz, a boca suja ou o fecho das calças aberto, e não conseguimos desviar os nosso olhos, dando a clara indicação de algo de mal se está a passar. É uma situação delicada e se nos fixarmos muito nesse ponto, quem está à nossa frente acaba por ficar com a pulga atrás da orelha.

Outra circunstância é estarmos a conversar com alguém com decotes acentuados. É quase inevitável o olhar não se desviar para sítios perigosos. A questão é simples: o que fazer em situações como estas?

terça-feira, outubro 14, 2008

Imagens

Há um blogue por aí cujo autor se auto-intitula como o criador de imagens. É bom ser o criador de alguma coisa e sobretudo de imagens. Porque as imagens servem para eternizar momentos, sejam eles bons ou maus. Eu prefiro os bons.


Deve ser por isso que ultimamente tenho uma imagem na minha cabeça. Música de fundo, muitas pessoas a caminharem em direcções distintas e eu parado com um copo de chocolate quente na mão. Está frio, estou em Dublin, na Grafton Street. É curioso como uma imagem pode ter tanto conteúdo e a forma como consegue ficar guardada na nossa memória.

domingo, outubro 12, 2008

Nomes

Sempre ouvi dizer que é muito feio chamar nomes às pessoas. No entanto, por vezes, é complicado não colocarmos outros nomes, que não os próprios, às pessoas que nos rodeiam no dia-a-dia. E o que gosto mais é de alguns apelidos que acabam por ficar para toda a vida.

Por exemplo, o Manuel Porqueiro (porque vendia porcos) ou o Pedro Mãozinhas (porque roubava tudo o que lhe aparecia à frente). São só dois exemplos que me lembrei agora.

Curioso que eu próprio vou tendo alguns nomes diferentes, embora com origem no meu nome próprio. Na escola, a certa altura, determinadas pessoas chamavam-me Brunovski. Aliás, essa designação voltou no tempo da Universidade. Também na Universidade havia quem me chamasse de Bruninho, o mesmo acontecendo na actualidade.

No entanto, aquele nome que mais gostei foi Dom Bruno. É certo que até ao momento apenas uma pessoa me chama assim, e quando se lembra, mas é realmente o mais bonito e pomposo.

quinta-feira, outubro 09, 2008

Beijos arrepiantes

Li no blogue da Gi que depois de alguns anos de namoro, ou de uma relação, há algo que é difícil de voltar a acontecer: o arrepio dos primeiros beijos.

Na minha opinião (modesta) há muitas outras coisas passíveis de criar arrepios. Os beijos são importantes mas também não são tudo. E este tema vai de encontro a uma conversa que tive num destes dias na Redacção. O segredo está em fazer coisas diferente e variar. Com a pessoa de quem se gosta de verdade, mas variando e experimentando novas sensações.

quarta-feira, outubro 08, 2008

Com as luzes acesas

«Some people say that I want you for your money
But I really want you for your body
Pleased to meet you baby, I want to be your honey
So let's go tell your daddy & mommy

This won't get any easier now
That your heart is beating in my head
And I've tried not to distroy you baby
Allthough we both know I can

Make love with the lights on baby
Tell me what you see
Clear the bed to lie on darlin'
Make a mess of me»

Há coisa mais bonita para uma mulher dizer a um homem? Nem sei como reagiria se alguém me dissesse isto...



The Pierces - Lights On

terça-feira, outubro 07, 2008

Som

Não resisti a colocar mais uma música dos Clã aqui no blogue. Agora um cover de uma música dos Klaxons. Esta e a última que aqui coloquei foram as músicas que mais gostei na actuação do passado sábado na Casa das Artes, em Famalicão.



Clã - Golden Skans

segunda-feira, outubro 06, 2008

Palavras

Por si só e sem qualquer razão aparente,
Este ser nasce da mesma forma que morre,
Assim como nasce,
Morre noutro dia qualquer...

11/07/99

domingo, outubro 05, 2008

Porquê?

Segundo ouvi este fim-de-semana, há um povo (estava distraído e não me lembro qual) que chama ao orgasmo a pequena morte. Porquê?



Clã - Pequena Morte

quinta-feira, outubro 02, 2008

Frase

«Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida»


Provérbio chinês

quarta-feira, outubro 01, 2008

Vãos Sentimentos

Na última semana fui visitar um velho amigo. Foi bom revê-lo e ter consciência que tudo continua como dantes. Ou seja, parece que o imenso tempo que passamos sem nos vermos não contou. Acho que é desta forma que se vêem os verdadeiros amigos.

A propósito disso, fica aqui um poema escrito por ele num dos meus cadernos por altura de um desgosto na minha vida. É claro que na altura parecia-me algo de muito grave (sim, tinha a ver com uma rapariga) mas agora tenho a noção que estava a exagerar...

Vãos Sentimentos

Por que tem de ser morte esse calor
Que devia ser fonte desta vida?
Por que é a ilusão tão proibida?
Por que nos queima o fogo sem pudor?

Tudo o que imaginámos por Amor
Não passa desta fantasia querida
É morte pela Morte conseguida
É vida já vivida, sem vigor.

E quantos os divinos pensamentos!
E quantos os ditosos sentimentos!
Que vemos morrer nas nossas mãos...

Quando por este despertar cruel
O sonho, tal qual folha de papel
Foge por entre os elementos vãos!

17/04/99

segunda-feira, setembro 29, 2008

Vamos trocar?

Sábado fomos tomar café. Como ainda está algum calor, resolvemos ir até uma esplanada habitualmente muito concorrida em Famalicão. Ora, depois do café decidimos, sob desafio do Jorge, pedir dois traçados e um pires de tremoços e outro de amendoins.

Até aí tudo bem, não fosse na mesa ao lado estarem duas pessoas a fumar. Como tinham pouco cuidado, o fumo vinha na direcção da nossa mesa e entrava nas nossas narinas enquanto comíamos os tremoços e os amendoins. Nada agradável, mesmo tendo em conta que o espaço não era fechado. Um pouco mais de cuidado evitaria toda a situação.

Como as pessoas da mesa ao lado estavam a partilhar o fumo connosco, não seria justo eu partilhar os amendoins e os tremoços? Pensei em começar a atirar as cascas para a mesa ao lado, mas achei que teria de ser mais educado e sobretudo mais cuidadoso com as pessoas que partilhavam o mesmo local. Mas convenhamos que justo seria fazermos uma troca. Eles davam o fumo e nós as cascas...

domingo, setembro 28, 2008

Do melhor...

Um sketch dos Contemporâneos que não vai passar na TV.

sexta-feira, setembro 26, 2008

Frase

«Há vitórias que exaltam, outras que corrompem; derrotas que matam, outras que despertam»

Saint-Exupéry

quinta-feira, setembro 25, 2008

Dublin II

Dublin marcou-me em definitivo. Transporta uma cultura e uma mentalidade distinta da portuguesa, tem uma leveza difícil de explicar dada a imensa agitação quotidiana. As pessoas são simpáticas e prestáveis, apesar de cada um viver para si e indiferente à pessoa que está sentada ao seu lado no autocarro. Gosto de me sentir acompanhado, no meio da multidão, mas ao mesmo tempo passar sem me fazer notar.


Depois, Dublin tem aquilo que eu adoro numa cidade: um rio. O rio Liffey torna a paisagem mais agradável e até faz esquecer que o sol raramente brilha. Dublin tem história, tem agitação nas ruas, todas as habitações são muito típicas e apesar de ter muito movimento é uma cidade que não é demasiado grande. Os imensos parques de que dispõe dão também a possibilidade de termos o campo e a natureza dentro da própria cidade.

Só não gostei de uma coisa. A vida é muito cara, uma situação que até é compreensível porque se trata do país da União Europeia com o salário mínimo mais elevado. Ainda assim, adorei Dublin e já sinto saudades...


P.S.: Já quase me esquecia. Sara, obrigado por teres servido de guia e pelo chocolate quente...:)

terça-feira, setembro 23, 2008

Uma ideia

«Todos os exibicionismos são ridiculamente pobres, mas o mais ridículo de todos é, seguramente, o do dinheiro. Sempre pensei sobre isso o mesmo que penso sobre a beleza: não basta tê-la, é preciso também saber usá-la.

A isso chama-se classe, no sentido estético da palavra, uma coisa que nem o dinheiro nem a beleza garantem por si sós».

MST in GQ

segunda-feira, setembro 22, 2008

Voltei!

É verdade, regressei de umas mini-férias em Dublin, na Irlanda. Imagino que já tivessem adivinhado depois da fotografia no último post. Curiosamente, a Irlanda é conhecida por ser um país onde chove sempre muito, mas durante o tempo que lá estive quase não choveu.

Agora, de regresso a Portugal, um país conhecido pelo sol, a chuva faz-se notar. Não deixa de ser confuso. O tempo está algo incerto e cada vez mais diferente do que estavamos habituados. Talvez por isso me venha à memória um frase que ouvi durante a viagem a Dublin: "Irish weather, four seasons in one day".

domingo, setembro 21, 2008

Dublin

Setembro de 2008

segunda-feira, setembro 15, 2008

Pensamento

Quando nos dizem: "essas calças fazem-te mais magro!".

Isso conta como elogio ou não?

quinta-feira, setembro 11, 2008

Existência

«Tu justificas a minha existência.
Se não te conhecesse, não viveria;
Se morresse sem te conhecer, não morreria,
Porque não tinha vivido...»

quarta-feira, setembro 10, 2008

Arrisquem

Não vás por onde foste,
Não fujas por onde não existe saída.
Escolhe o incerto, arrisca e procura ser feliz.
Terás contratempos no teu caminho,
Serás traído pelo vizinho
Sem que nele vejas o arrependimento escondido.
Mas corre, luta e sorri
Porque nada consegues sem lutar...

terça-feira, setembro 09, 2008

Musiquinha II

Uma música (mais uma) com muita classe. Algo que vai faltando...



Koop - Island Blues

segunda-feira, setembro 08, 2008

Frase

«As amigas até podem ser a preto e branco desde que estejam presentes quando precisamos delas»

PRS

sábado, setembro 06, 2008

Envelhecer

Acho que o nosso processo de envelhecimento (amadurecimento para os mais sensíveis) se vai notando nas pequenas coisas. Do género, conversas, gostos, experiências, vivências e por aí fora. Para além do fenómeno de vermos a maior parte dos amigos ou casais amigos começarem a casar, há outros como por exemplo a gravidez. Parece que todos os amigos agora decidiram ter filhos.


E são as fotografias das ecografias, os preparativos que se fazem para a chegada do rebento ou os enjoos matinais. Parando para pensar, tudo isto são indícios do nosso envelhecimento. Já nem falo do facto de agora apreciar comer batatas cozidas com bacalhau ou gostar de passar os sábados à noite em casa. É preciso enfrentar os factos: estou a amadurecer! (pois, eu sou um ser sensível).

Crescem as responsabilidades, cresce o tom sério de algumas conversas e sem que me consiga aperceber da forma como o tempo passou a correr. Pior de tudo é que nos vamos tornando mais ligados ao sentimento e há momentos que nos deixam com dificuldades em respirar.

quinta-feira, setembro 04, 2008

Musiquinha

Esta é uma das minhas músicas do momento. Excepcional...



Koop - Come To Me

terça-feira, setembro 02, 2008

Passar ao lado

Muita gente tem tendência para dizer mal, deitar abaixo e criticar. Às vezes só mesmo para deitarem abaixo ou simplesmente para não estarem calados. E isso incomoda por muito que tentemos dizer que não.

Com o passar dos anos, e conforme vamos amadurecendo, ganhamos também algumas defesas e maior capacidade para "encaixarmos" esses golpes. Por vezes já nos passam mesmo ao lado. E costumo dizer que só devemos dar importância àquilo que realmente tem e na medida que merece.

Não podemos ligar a tudo o que lemos ou ouvimos. Ponto.

segunda-feira, setembro 01, 2008

Por que será?

Pus-me a pensar e reparei que alguns dos meus melhores momentos da adolescência têm um ponto comum: uma música dos Bon Jovi. Acho que já aqui escrevi isto, mas que hei-de eu fazer. Acho que muitas das pessoas da minha geração ouviram esta banda e só esse facto me deixa mais descansado.

No entanto, tenho a acrescentar que ainda gosto de ouvir algumas dessas músicas. Talvez por me recordarem bons momentos, sobretudo quando ainda era um jovem pouco consciente de muitas coisas e sem grandes responsabilidades. Esse espírito leve e livre da juventude sabe muito bem. Principalmente quando vemos os anos a passarem.

Bem, fiquem com uma das músicas que mais gosto dos Bon Jovi.



Bon Jovi - Midnight In Chelsea

sexta-feira, agosto 29, 2008

Secretárias

«A diferença entre uma boa secretária e uma secretária boa é que a primeira diz: "Good Morning, Sir". Já a segunda diz: "It´s Morning, Sir"...»

Faz toda a diferença, certo?

quinta-feira, agosto 28, 2008

Frase

"Olha, aquela ali é a minha namorada...mas ainda não sabe..."

É sempre bom surpreendermos alguém...

quarta-feira, agosto 27, 2008

Boa onda

Conheci recentemente esta música e gostei. Ouçam lá...



LCD Soundsystem - Watch The Tapes

segunda-feira, agosto 25, 2008

Passa...

As mudanças surgem da forma mais inesperada. De repente abre-se uma porta e o que resta são memórias do passado.

É estranho mas sempre como tem sido até aqui, tudo passa...

sábado, agosto 23, 2008

Sem surpresas

Há muito pouca coisa que me surpreende... Bom fim-de-semana!



Radiohead - No Surprises

sexta-feira, agosto 22, 2008

Optimismo

Posso dizer que geralmente tenho uma visão optimista daquilo que se passa. Por muito que surja uma curva muito apertada no nosso caminho ou simplesmente aquela estrada não tenha saída. Podemos ter ligeiros desvios da rota traçada mas ainda assim teremos sempre um caminho para seguir.

O que acaba hoje aqui pode muito bem começar amanhã noutro sítio qualquer...

Pensamento

«Não podemos querer ser aves de rapina com séculos de periquitos. Importante, mais do que quereres, é aceitar a beleza do que se tem. E pelo menos os periquitos não mordem».


Jorge Reis-Sá in Rua da Castela

Uma ideia

«Mais de uma centena de jornalistas espanhóis decidiram reinvindicar o direito a "ter vida privada além da profissão", subscrevendo um manifesto a favor da conciliação da vida laboral e familiar dos profissionais da comunicação social.

No centro das reinvindicações encontra-se o pedido para que, sempre que não haja um carácter extraordinário, não sejam realizadas conferências de imprensa depois das 18 horas pois a sua cobertura implica um "esforço adicional" para os redactores que se vêem obrigados a regressar a casa muito depois do trabalhador comum».

In Jornal de Negócios, 11/08/08

Sem dúvida uma boa ideia. Mas eu já ficava contente que todos os actos públicos começassem à hora marcada. Era um começo...

quinta-feira, agosto 21, 2008

Frágil

Quando vejo algumas notícias na televisão fico a pensar que todos estamos sujeitos a estar no local errado à hora errada. E tenho algum medo. A sensação com que fico é que a vida é feita de porcelana. É frágil, muito frágil...



Moby - Porcelain

segunda-feira, agosto 18, 2008

Frase

«É só lenha!»

Melhor comentário que eu ouvi sobre as características físicas da Vanessa Fernandes, única atleta portuguesa a conseguir para já uma medalha nos Jogos Olímpicos de Pequim.

PROCURA-SE

Gostava de conhecer pessoas mais honestas intelectualmente. Eu sei, é difícil. Sobretudo quando a honestidade está a um preço demasiado alto para algumas carteiras e quando se trata de algo que nem eu sei definir muito bem. Costuma dizer-se: "é areia de mais para o teu camião".

Nestes casos o melhor mesmo é fazermo-nos de burros. Ou então, como diz alguém que eu conheço, pedir que nos beijem o pescoço quando nos estão a lixar (queria utilizar outra palavra aqui mas pareceu-me demasiado forte). Porque com amor e carinho sabe muito melhor...

sábado, agosto 16, 2008

Pergunta

Preferia morrer serenamente entre amigos aos 50 anos ou dolorosamente e sozinho aos 80? Assumindo que os últimos 30 anos seriam bons.


In O Livro das Perguntas

quarta-feira, agosto 13, 2008

É caso para dizer...

Uma fotografia tirada no país vizinho num dia inesquecível. Um nome interessante que em certos dias dá vontade de estar sempre a repetir...

segunda-feira, agosto 11, 2008

Love

Por vezes perdemos demasiado tempo a pensar. E a baralhar tudo e voltar a dar. Perdemos tempo a discutir, a dizer mal, a criticar... Mas são os pequenos gestos que realmente nos tocam.

As pequenas demonstrações de afecto, compaixão, amor e amizade.



Adele - Make You Feel My Love

Só quero que continues sempre a sentir o meu amor...

domingo, agosto 10, 2008

Viva La Vida

Fim-de-semana! Curto mas ainda assim é fim-de-semana. Música cai sempre bem. Por isso, cá vai...



Coldplay - Viva La Vida

sábado, agosto 09, 2008

Assaltos

Não é novidade para ninguém que o número de assaltos em Portugal tem crescido. Para além do "roubo" feito pelo FC Porto ao Benfica, no caso o jogador Cristian Rodriguez, são muitos os assaltos que se registam diariamente por todo o país.


No entanto, diria que em mais nenhum lado se vê o tipo de assalto que se tem registado no concelho de Famalicão. Falo é claro dos recentes roubos a farmácias do concelho em que o assaltante tem fugido, imagine-se só, de motorizada. Parece que estou a ver o homem a fugir a alta velocidade na sua Famel Zundapp. Pior, e espero que isto não pegue moda, o assaltante entra nas farmácias de capacete e cachecol.

Este tipo de assalto é a prova da impunidade existente e da falta de meios que consigam impedir tais situações. Se fosse polícia acreditem que ficava fulo por ver alguém fugir de um assalto de mota. Diria que isto é quase um ultraje às forças da autoridade e revela, repito, a facilidade com que os ladrões conseguem "trabalhar" nos dias que correm. Isto é humilhante!

Felizmente ainda existe o GOE que, de vez em quando, ainda vai dando alguma prova de força e fazendo acreditar que é possível a sociedade civil respirar com algum alívio.

quinta-feira, agosto 07, 2008

Frase

«Deus fez gajos inteligentes como tu e bonitos como eu que deixam bolachas de chocolate a derreter no carro»

PRS

quarta-feira, agosto 06, 2008

La Famiglia

Não, não é um post de apoio à campanha do V. Guimarães para esta época. Apenas escolhi este título para dar um ar mais internacional à coisa. Mas a família é, sem dúvida, uma das coisas mais importantes que temos na vida. Não a escolhemos, é certo, mas sabemos que está sempre lá quando mais precisamos.


No entanto, já repararam que vemos muito poucas vezes alguns membros da nossa família ao longo da vida? Normalmente, só em festas, como casamentos, baptizados ou comunhões, é que temos a oportunidade de matar saudades de grande parte dos membros da família. É certo que muita gente não sente falta, ou saudade, de alguns desses membros, mas esta situação não deixa de ser triste.

Por isso, aproveitem bem quando a família está toda reunida. Ponham a conversa em dia e recordem aquelas histórias do passado que acabam por ser a razão da união que existe. Este é um dos meus conselhos para este Verão...

terça-feira, agosto 05, 2008

Pensamento

«O esperado é que nos mantém quietos e sossegados. O inesperado é o que nos muda a vida»

segunda-feira, agosto 04, 2008

Regresso

Regressar de férias é algo de complicado para mim. Mas tem tanto de complicado como de necessário. Reentrar no ritmo do trabalho é a parte mais difícil, se bem que com este calor é também de uma dificuldade acentuada ter a cabeça na Redacção. Normalmente, penso em estar dentro de água e em miúdas mais ou menos descascadas na praia.

Fora isso, este regresso ao trabalho até correu melhor do que aquilo que eu estava à espera. Foi um dia calminho, com espaço para alguma socialização, normal, entre colegas de trabalho. Resta agora contar os dias que faltam até entrar de férias novamente.

sexta-feira, julho 18, 2008

Fui...de férias!

Acho que estava mesmo a precisar destas férias. Embora saiba que vou ter saudades de escrever aqui no blogue durante esse período. Volto já...

Uma música, uma recordação

Esta música remete-me, mais uma vez, para a minha adolescência. É pena que esta banda tenha terminado porque era uma das minhas favoritas na altura.

Sempre que penso na adolescência, saltam-me à memória os designados "amores platónicos". Que são normais nessas idades. E juntamente com isso, lembro-me de uma miúda na altura, certamente que uma mulher agora, me ter mandado "apanhar gambozinos". Achei piada à expressão e ficou comigo para sempre. A razão e a história ficam para uma outra ocasião...

Uma adivinha...

Por que é que as mulheres têm duas pernas?

Esta foi o Jorge que me ensinou...

domingo, julho 13, 2008

Excelente

Este anúncio está qualquer coisa de espectacular. Adoro a cara do puto e o pânico do pai.

sábado, julho 12, 2008

Apolítico

Não ligo muito à política. Aliás, para mim não faz grande sentido termos uma cor política e segui-la sempre, independentemente das ideias e das pessoas. Prefiro acreditar em projectos, pessoas, causas e tudo aquilo que seja realizado em prol do bem estar geral ou da maioria. Por isso, não compreendo aqueles que na hora de votar só olham à cor ou ao símbolo do partido.

Para além disso existem partidos a mais face àquilo que são as ideias realmente inovadoras. Se pensarem bem não há muitas diferenças entre propostas apresentadas, tirando uma vírgula ali e outra acolá. Ouvi outro dia alguém dizer que isto caminha para uma única grande divisão entre democratas e republicanos ou trabalhistas e conservadores.

A confusão que vai na política reflecte-se na hora de votar, onde ganha sempre a abstenção. Os cidadãos vão-se afastando cada vez mais da política e acho que isso deveria merecer uma reflexão profunda de todos os políticos. E não é o partido A, B ou C que faz a diferença. As pessoas é que se destacam mais ou menos consoante o trabalho que realizam, e o bem estar que promovem, enquanto ocupam cargos públicos.

quarta-feira, julho 09, 2008

Homens mais arranjadinhos

No sábado assisti a uma palestra de promoção de um produto farmacêutico e a tónica dominante foi a de que os homens estão mais preocupados com a sua aparência. Arranjam mais o cabelo, colocam creme na cara e seleccionam muito bem o que vão vestir. Basicamente, a grande maioria dos homens virou metrossexual.

Certamente que as mulheres até acham piada ao assunto, mas com os homens tão arranjadinhos vai ser difícil segurar alguns. Ou seja, se muitos homens já fogem do comprometimento, agora, como estão todos tão bem cuidados, ainda mais vão correr à frente das senhoras. Porque é mais fácil conseguirem o que querem.

Sem me considerar um metrossexual, longe disso, confesso que antes de sair de casa tomo sempre o meu banhinho, passo algum tempo a olhar para o cabelo e sou adepto de colocar um cremezinho na pele. Já para não falar no perfume que todos os dias gasto em grandes quantidades. Essencialmente, gosto de cheirar bem e ter alguns cuidados que considero básicos. Afinal, os homens também se querem arranjadinhos e lavadinhos...

domingo, julho 06, 2008

Uma expressão

«Tira daí a gadanha»


Esta é uma expressão que gosto. E tantas vezes é utilizada. Basicamente quer dizer para tirar a mão de algum sítio e por vezes pode ter um acréscimo, na maior parte das situações, um palavrão.

sexta-feira, julho 04, 2008

A dormir

"O caso foi contado por fonte anónima ao The Times of India: um avião da carreira Dubai-Jaipur-Bombaim acabou, após a escala, pelas 7 horas, por falhar o destino e prosseguir o voo em alta atitude até Goa.

O aparelho viajava em piloto automático e só quando passava sobre Bombaim os controladores aéreos verificaram a falta de procedimentos de aterragem. Pensaram num desvio terrorista, mas através do alarme no cockpit conseguiram acordar os pilotos"

In Sábado

O máximo que já consegui por ter adormecido foi falhar a hora de entrada no emprego. Portanto, nada de muito grave.

quarta-feira, julho 02, 2008

Porque

Porque é assim que as coisas são. Porque o mundo é um lugar estranho e cheio de encontros desencontrados. Porque existe o sol, o céu e o mar. Porque só temos de parar quando nos obrigarem, sem que nada chegue, enfim, para nos travar.

Porque estamos sempre a lutar contra a derrota. Porque nem sempre é possível vencermos e nada, mas nada, é suficiente para dizer que fomos vencidos. Porque só o fim é um ponto final para tudo.

Porque é bom viver nesta constante agitação do mundo. Porquê?

terça-feira, julho 01, 2008

Frase do dia

"Se ao longo do seu caminho não mudar de direcção, terminará exactamente onde partiu"

Provérbio chinês

domingo, junho 29, 2008

Pergunta

Se tivesse de escolher entre uma alma gémea e nenhum outro amigo, ou muitos amigos e nenhuma alma gémea, o que escolheria?


In O Livro das Perguntas

sábado, junho 28, 2008

Mosquitos e melgas

O Verão é muito bonito. Bom tempo, esplanadas, miúdas com pouca roupa...etc...etc...
Pessoalmente não desgosto do Verão embora o calor em demasia dê comigo em doido. Se puder estar estendido todo o dia num local fresco, tanto melhor.

Depois há que contar com outras coisas que detesto no Verão. Por exemplo, melgas e mosquitos. São chatos e segundo algumas teorias ouvem aquilo que nós dizemos e até têm alguma inteligência. Como um mal nunca vem só, agora a Redacção foi invadida por estes fantásticos insectos e parecemos tolinhos, com as mãos no ar, a espantar os bichos. Conseguem ser muito irritantes, fazendo perder verdadeiramente a paciência.

Por isso, há dias em que detesto o Verão!

sexta-feira, junho 27, 2008

Voltar

Às vezes seria bom voltar atrás no tempo. Pelo menos para reviver alguns bons momentos. Fica apenas a música.



Rodrigo Leão - Voltar

quinta-feira, junho 26, 2008

Conquistar espaços

Quando ouço dizer que as mulheres dominam o mundo, sorrio com ar incrédulo, tentando imaginar como seria esse mundo. Se calhar já vivo nele e ainda nem dei conta. Certo certo é que as mulheres já conquistaram alguns espaços que eram maioritariamente ocupados por homens.

E quando fala de espaços, refiro-me por exemplo a uma casa. A minha, se calhar a vossa e a de muitas outras pessoas. Cá em casa, a sala era dos homens. Sentar no sofá, ver televisão de forma bem confortável, esticar um pouco as pernas, se fosse necessário, enquanto às mulheres cabia a cozinha que até já tem uma televisão.

Ora, o que se passa neste momento é que a minha mãe tomou conta da sala, desde que começaram as "injecções" de telenovelas da TVI. E por isso a minha única hipótese, com este calor, é estar sentado na mesa da cozinha, perto da porta, a ver televisão e a navegar na internet. Já estou a ficar com dores nas costas porque não tenho onde me encostar. Definitivamente, a única mulher cá da casa passou-nos a perna. A isto é que eu chamo emancipação da mulher...

segunda-feira, junho 23, 2008

O cão gigante

Parece que anda uma fera à solta perto da Maia. Vi no noticiário e fiquei curioso com o que disse um dos responsáveis pela Protecção Civil.

O referido animal, do qual pouco se conhece, está a destruir algumas estruturas e até vi algumas árvores com marcas de garras na televisão. Mas segundo disse o senhor da Protecção Civil aquilo "pode ser qualquer coisa", até mesmo, imagine-se, "um cão gigante"! Fiquei estupefacto! Pensei que os cães gigantes só apareciam naquilo, ai como é que se chama... desenhos animados... é isso...

A julgar por aquilo que vi nas árvores acho que deve ser mais um cão, mas com unhas gigantes...

domingo, junho 22, 2008

Irritações

Há coisas que me irritam. Muitas mesmo. Por exemplo, filas que nunca mais andam e empregados que demoram uma eternidade para mexer as pernas. E pessoas que fazem questão de nos gritarem ao ouvido. Principalmente porque perdem simplesmente o controlo com coisas tão banais como beber um copo de água.

Irrita-me não poder andar de carro com os vidros completamente abertos, nestes dias de grande calor, porque há alguém dentro do carro que não pode estragar o seu penteado. É realmente mais importante do que morrer de calor...

E agora já estou a ficar irritado com a minha falta de irritações para escrever. O que me vale, e me deixa mais contente, é que eu posso andar irritado com muitas situações mas também consigo ser irritante. Certamente que muita gente se irrita comigo. Amor com amor se paga...

sábado, junho 21, 2008

Entre o sono e o sonho

Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho
Corre um rio sem fim.

Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.

Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.

E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre -
Esse rio sem fim.

Fernando Pessoa

quinta-feira, junho 19, 2008

Pensamento do dia

Escrevi isto num comentário a um post num blogue que costumo visitar. Achei que ficaria giro com pensamento do dia:

"Pensando bem, nós, seres humanos, somos esquisitos. Estranhos, únicos e insatisfeitos. No entanto, os momentos felizes em que sorrimos cheios de vontade ainda vão chegando para compensar todas as dúvidas, incertezas e pequenas derrotas diárias. Somos o que somos, desde que fiéis às nossas convicções..."

Por tentativas

Porque há pessoas que tentam e não conseguem. Tentem outra vez...



Keane - Try Again

quarta-feira, junho 18, 2008

Verdades

O episódio desta noite da série "Chuck" tratava uma questão de espionagem, como sempre, e hoje referia-se a um soro da verdade e um antídoto. Ora, o soro servia para as pessoas só conseguirem dizer as verdades, mas ao mesmo tempo era um veneno mortal. Daí existir também a questão do antídoto. Típico.

Bem, ao ver o episódio fiquei com a vontade que existisse um soro da verdade mas sem causar a morte das pessoas. Cheira-me que há muita gente por aí que anda a mentir com quantos dentes tem e o soro serviria para que só dissessem a verdade. Não era bom?

Sei que há verdades que magoam mas as feridas acabam sempre por sarar. E deixariam de haver pessoas mentirosas...

terça-feira, junho 17, 2008

Pergunta

Aceitaria 1.000.000 euros para deixar o país e nunca mais voltar?


In O Livro das Perguntas


Esta pergunta é particularmente engraçada para todos os portugueses. Sabendo-se que tudo na vida tem o seu preço e que o dinheiro faz sempre jeito...:)

sexta-feira, junho 13, 2008

Musiquinha

Juro que não é perseguição por causa da Galp...



Bob Dylan - Paths of Victory

quarta-feira, junho 11, 2008

Ironia

Não deixa de ser irónico, depois de todos aqueles boicotes promovidos às bombas de gasolina, ver agora filas intermináveis de pessoas a abastecerem as suas viaturas. Parece que agora não importa se é Galp, Repsol ou BP. Se calhar até aqueles que eram defensores acérrimos dos boicotes são agora os primeiros a recorrerem aos postos de combustível onde o gasóleo e a gasolina são mais caros. Este país é de doidos.

Já agora, sugiro que criem um outro blogue, para além daquele que mostra os preços de combustível mais barato em diversos pontos do país, em que coloquem os postos de combustível que ainda têm gasóleo e gasolina para vender...

Pergunta

- Qual dos sexos acha que tem a vida mais simplificada na sua cultura? Alguma vez desejou ser do sexo oposto?


In "O Livro das Perguntas"


Basicamente pretendo lançar a confusão neste blogue. E digo que nunca desejei ser do sexo oposto...

domingo, junho 08, 2008

Importância

Há certas pessoas que depois de atingirem um determinado patamar na vida deixam de atender os telemóveis. E é curioso ver que as ditas pessoas de negócios, que têm dois ou três telemóveis, são depois aquelas que antes de atender o telemóvel olham para o visor, vêem o número e dizem: "oh, este agora não me apetece atender...".

Por isso digo que gostava de em determinada fase da minha vida só atender aqueles telefonemas que realmente me interessem. Gostava de poder dar-me a esse luxo. Ser importante! É claro que existirão sempre muitas pessoas, como amigos e família, para as quais estarei permanentemente do outro lado.

Não deixa de ser engraçada a ideia de termos telemóveis para estarmos sempre contactáveis e depois pura e simplesmente não falarmos com alguém só porque não nos está a apetecer muito...

quinta-feira, junho 05, 2008

Blogues

segunda-feira, junho 02, 2008

Até ao fim do mundo

«Procuro homem com cerca de 50 anos, livre, honesto, sensível, tolerante, aberto, inteligente, romântico, que ainda acredite no amor e que tenha esperanças de refazer a sua vida sentimental. Terá de ser uma pessoa que se deixe sensibilizar de alguma forma por aquilo que eu penso caracterizar a minha pessoa: sinceridade, honestidade, (...)
Gosto muito de andar a pé, faço natação e canto num coro. E escrevo quase todos os dias, tenho essa necessidade. Considero-me uma pessoa humana. (...) Para terminar, sou divorciada, tenho uma filha e moro em Lisboa, na zona do Campo Grande».

Um anúncio que vi por aí

Nesta altura do campeonato, se tivesse que fazer um anúncio para mim seria assim:

Rapaz comprometido, simpático e pacato procura pessoas que chateiem pouca a cabeça para conviver...

domingo, junho 01, 2008

A piada

A Sic Radical está a transmitir em directo concertos do Rock In Rio. Este fim-de-semana, enquanto assistia ao programa especial em directo, ouvi uma das piadas mais estúpidas dos últimos tempos.

No lançamento do concerto de Alanis Morissette, que é canadiana, um dos apresentadores de serviço disse o seguinte: "só espero que a Alanis Morissette não queira ir para polícia porque no Canadá a polícia é montada"...

Como reagir a isto?

sexta-feira, maio 30, 2008

Mundo comum

Como estamos a entrar no fim-de-semana cá fica uma música. Porque o mundo é cada vez mais um lugar cheio de coisas comuns. É preciso mudar alguma coisa neste mundo...

Fica a música de uma das melhores bandas de todos os tempos...



Duran Duran - Ordinary World

quarta-feira, maio 28, 2008

Pergunta

Está num avião à conversa com um(a) estranho(a) de aparência normal. Inesperadamente, essa pessoa oferece-lhe 10.000 euros por uma noite de sexo. Sabendo que não há qualquer perigo e que o pagamento é certo, aceitaria a oferta?


In O Livro das Perguntas

terça-feira, maio 27, 2008

Como disse?

Há dias ouvi o ministro da economia, Manuel Pinho, comparar Portugal com a Alemanha e outros países europeus. Dizia ele que em termos de impostos, por exemplo ao nível dos combustíveis, Portugal estava num patamar abaixo da média europeia e que por isso não fazia sentido baixar a carga fiscal. Pelo meio disse ainda outros disparates, nomeadamente no sentido de que os portugueses não se podiam queixar dos impostos, comparativamente com a situação da Europa.

Ora, o que este senhor se esquece é que os portugueses ganham muito pior do que outros cidadãos europeus. Temos muito menos margem de manobra em termos económicos e nesse sentido os impostos deveriam ser mais baixos do que noutros países. Deviam existir maior conformidade. É por termos políticos como este que estamos como estamos. Chama-se a isto atirar areia para os olhos das pessoas.

domingo, maio 25, 2008

Girar os ponteiros

Este fim-de-semana fui ao cinema ver o filme "O Amor e a Vida Real" e gostei porque transmite algumas mensagens bonitas. Por exemplo que muitas vezes fazemos grandes planos para a nossa vida e depois todos esses planos saem furados. E se repararem quanto mais planeamos mais as coisas nos saem ao contrário. Na maior parte das vezes já chegamos tarde para cumprir os nossos planos.

Por isso, "planeiem ser surpreendidos". E agora apreciem esta música. Bom fim-de-semana!



Groove Armada - Hands of Time

sexta-feira, maio 23, 2008

Memórias

Estes desenhos animados marcaram a minha infância. Vocês lembram-se? Pepe Legal e Babalú! Se não me engano passava sempre depois das notícias e antes do Vitinho. Ainda agora consigo achar piada a isto. Adoro o Babalú... :)



quinta-feira, maio 22, 2008

Ilusão

Se existisse um prémio para o videoclip mais esquisito de todos os tempos, tenho quase a certeza de que este ganharia o prémio. Mas até gosto desta música. Vejam e ouçam...




Just an illusion - Imagination

quarta-feira, maio 21, 2008

Combate ao défice

Hoje li num blogue um comentário muito interessante sobre a forma como o Governo português combate o défice e a crise económica.

«É o sacrossanto déficit, meu caro! Para o baixar, não se baixa a despesa, vai-se à receita (os papalvos pagam e calam). Como já disse por aí, é como se nós, com problemas no orçamento familiar, não fizéssemos um corte nas despesas mas aumentássemos o ordenado! Era bom, não era?»

LB in Pensamentos

terça-feira, maio 20, 2008

Diferente

Hoje foi uma terça-feira diferente. O jornal fechou anormalmente cedo e quando assim é as terças-feiras são outro assunto. Parece que o tempo rende mais e tenho mais horas disponíveis para mim antes de me deitar. E acreditem que me deito sempre bastante tarde.

Para além disso tenho oportunidade de actualizar o meu blogue sentado no sofá da sala e por isso posso fazer ainda mais coisas ao mesmo tempo. Ou seja, esta terça-feira está a render que é uma coisinha doida. Agora, por exemplo, estou a meter-me na conversa do meu pai que hoje faz anos. Isto dá para tudo...

Como diria o Jorge: "bem bonito pá!". Porreiro...

domingo, maio 18, 2008

Frase

«O Lenny Kravitz é quase anão»

AIM

sexta-feira, maio 16, 2008

Frase do dia

«O amor é uma actividade, não um afecto passivo. É um acto de firmeza, não de fraqueza...é propriamente dar e não receber»

Erich Fromm

quinta-feira, maio 15, 2008

Videoclip

"O grupo britânico Get Out Clause contornou a falta de dinheiro para um videoclip, actuando diante de câmaras de vigilância de Manchester e arredores e pedindo depois, conforme direito previsto na lei, as suas imagens às autoridades.

Para filmar, actuaram diante de cerca de 80 postos de vigilância, mas o trabalho ficou aquém das expectativas: algumas câmaras eram fictícias e outras não filmavam bem".

In Sábado


Original...no mínimo...

quarta-feira, maio 14, 2008

Pergunta

Preferia passar um mês de férias com os seus pais ou fazer horas extra no seu actual trabalho durante quatro semanas, sem ganhar mais por isso?


O Livro das Perguntas


Esta pergunta só me dá vontade de rir...

terça-feira, maio 13, 2008

A girar

O tempo passa mesmo a correr. Aliás, acho que a nossa vida tem duas grandes velocidades: muito devagar e muito rápido. Se pensarem bem, quando somos menores estamos sempre ansiosos que chegue o dia do nosso 18º aniversário. E depois desse dia chegamos à conclusão que é melhor o tempo parar.

Até aos 18 anos o tempo passa devagar. Depois dos 18, o tempo passa a correr e os anos vão-se sucedendo. Sem parar e sem dar tréguas. A ânsia de cada um de nós dá este resultado porque parece que tudo se passa ao contrário. Quando queremos que passe rápido, passa devagar, quando queremos que o mundo gire um pouco mais lentamente, acontece precisamente o oposto.

A verdade é só uma: o mundo não pára de girar. Ao mesmo ritmo mas diferente aos nossos olhos.

segunda-feira, maio 12, 2008

As velhas

Este foi o que eu mais gostei...

quinta-feira, maio 08, 2008

Pergunta

- Porque é que se chama "Alcoólicos Anónimos" quando a primeira coisa que fazemos é dizer "O meu nome é Zé e sou alcoólico"?

Prometo que as perguntas aqui no blogue vão melhorar quando finalmente tiver o meu Livro das Perguntas que já está encomendado. Em breve cá colocarei mais questões...

quarta-feira, maio 07, 2008

Frase do dia

«Tolo é aquele que afundou o seu navio duas vezes e ainda culpa o mar»

Publilus Syrus, poeta italiano

segunda-feira, maio 05, 2008

Pequeno marciano

Recentemente vi um filme que se chamava "O Pequeno Marciano" e que contava a história de um miúdo abandonado pelos pais e que dizia que era marciano. Sentia-se diferente de todos os outros miúdos e por isso dizia que vinha de Marte.


Por vezes também me sinto marciano. Não que tenha sido abandonado em pequeno, mas porque pareço tão diferente e distante das pessoas, do comum ser humano. Acho que muita gente já sentiu o mesmo, por exemplo quando se vê num ambiente que não lhe diz nada. Todos os outros parecem terráqueos enquanto nós somos os pequenos marcianos. Não sei se é bom ou mau às vezes parecermos tão distantes dos restantes seres humanos.

Ultimamente sou um pequenino marciano...

sábado, maio 03, 2008

Uma música, uma recordação

Esta é sem dúvida uma grande música. Leva-me até aos dias em que frequentava o secundário. Bonito, bem bonito. Que saudades...



Oasis - Stand By Me

sexta-feira, maio 02, 2008

Troca justa

"Stoil Panayotov, agricultor da Bulgária, trocou numa feira a sua terceira mulher por uma cabra de oito anos, com consentimento da própria e lucro para todas as partes.

O marido estava descontente porque ela não podia dar-lhe filhos, mas o vizinho comprador, sem sorte com as mulheres, gostava dela.

Stoil está satisfeito porque a cabra já lhe deu três cabritos; o vizinho acha que entregou uma cabra estafada com oito anos e recebeu uma mulher nova".

In Sábado

Dizem as más línguas que muitas vezes não é preciso fazer trocas para se conseguir ter as duas coisas. Isto é surreal ou é dos meus olhos?

quinta-feira, maio 01, 2008

Chuck

Na noite de quarta-feira descobri uma série televisiva que achei muito louca. Chama-se "Chuck" e estreou na Dois. Eu não conhecia mas imagino que tenha já alguma reputação. É uma série de humor e com uma história um pouco doida em algumas passagens. No entanto, achei bastante engraçada.

Um agente secreto amigo de Chuck envia um e-mail com vários segredos importantes pouco antes de morrer. Como o computador que guardava os segredos e o computador de Chuck foram destruídos, o único que tem os segredos é o próprio Chuck.

Por isso, a CIA e a NSA designam cada uma um agente para a protecção de Chuck que é um sujeito pouco sociável que trabalha numa loja de informática e mora com a irmã. Os segredos que guarda apenas na sua cabeça levam-no a manter uma vida dupla, participando em missões secretas.
A série é agitada e com um humor muito criativo. Gostei bastante do Chuck e do seu companheiro inseparável Morgan. Se puderem vejam às quartas-feiras por volta das 22h40 na Dois.

segunda-feira, abril 28, 2008

Um jogo

Bem, em dia de regresso ao trabalho proponho um jogo aqui no blogue com o intuito de me tentar animar. Na Redacção há uma pessoa que normalmente utiliza uma frase que gosto bastante e que agora pretendo que algum dos visitantes complete.

A frase começa assim: "Quem arrota quer..."

O jogo consiste em tentar terminar esta frase, completando-a da mesma forma utilizada pela pessoa que trabalha comigo. E vale um lanche pago por mim. Façam as vossas apostas...

domingo, abril 27, 2008

Regresso

Estou de volta após umas mini-férias que serviram acima de tudo para fugir da rotina. Amanhã é dia de regressar ao trabalho mas o facto é que não tenho grande vontade de trabalhar. Mas vai ter de ser... ;)

segunda-feira, abril 21, 2008

Frase do dia

«Cada um que passa na nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui outra. Cada um que passa na nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito; mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito; mas não há os que não deixam nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente que duas almas não se encontram ao acaso»

Saint-Exupéry

Vou de férias...até já...

domingo, abril 20, 2008

Uma música, uma memória

Continuando o périplo pelas músicas que marcaram alguns momentos da minha vida, esta em particular remete-me para a adolescência. Numa altura de arrebatadoras e ao mesmo tempo fugazes paixões. Coisas típicas desta fase da vida. Eu sei que ouvir Bon Jovi não abona em nada quanto à minha reputação, mas quem nunca ouviu Bon Jovi numa fase da sua vida que atire a primeira pedra...:)



Bon Jovi - Always

sábado, abril 19, 2008

Incorrigível

A Joana Cruz tem imensa piada. Gosto do tipo de humor que ela faz e por isso aqui fica uma prestação nos Incorrigíveis da PFTV.

sexta-feira, abril 18, 2008

Os bichos

"A fêmea do ouriço masturba-se com paus e o macho urina para cima dela. Para a cópula baixam os espinhos, excepto os da ponta do pénis".

In Sábado - A vida sexual dos bichos

quinta-feira, abril 17, 2008

O que é um blogue?

«Um weblog, blog ou blogue é uma página da Web cujas actualizações (chamadas posts) são organizadas cronologicamente de forma inversa (como um diário). Estes posts podem ou não pertencer ao mesmo género de escrita, referir-se ao mesmo assunto ou ter sido escritos pela mesma pessoa.

Os sistemas de criação e edição de blogues são muito atractivos pelas facilidades que oferecem, pois dispensam o conhecimento de HTML, o que atrai pessoas a criá-los»


In Wikipedia

Fui questionado sobre se sabia o que era um blogue e sinceramente não sabia de que forma defini-lo. Por isso, fui logo procurar informações sobre a questão. Tudo isto na sequência de um dos meus últimos posts.

Fiquei ainda a saber que Jorn Barger foi o editor do blogue original e concebeu o termo "weblog" em 1997. E ainda há mais, no dia 31 de Agosto comemora-se o Dia do Blogue que se propõe a promover a descoberta de novos blogues e bloguistas.

quarta-feira, abril 16, 2008

Jornalista polivalente

Hoje vi um dos melhores anúncios de emprego de todos os tempos. Primeiro porque serve para procurar um "jornalista polivalente" e depois porque tinha o seguinte texto:

«Sabes o que é uma bicilíndrica a quatro tempos?
Já ouviste falar de um tal de Stoner?
Sabes qual é objecto que pesa quase 200 quilos e dá pelo nome de B-King?
Estamos à procura de um/uma "special one" do motociclismo»

Os interessados podem ir a www.damoto.net

segunda-feira, abril 14, 2008

Blogues

Aqui ficam uns dados estatísticos que encontrei na revista de domingo do "Correio da Manhã".

20,1% dos portugueses sabe o que é um blogue

55,1% dos internautas sabe o que é um blogue

14% mantém um ou mais blogues

62,5% dos produtores de blogues são homens

29,9% dos visitantes de blogues tem entre 18 e 24 anos e 26,9% tem entre 25 e 34 anos

24,8 horas é o tempo médio dispendido pelos bloguers semanalmente

33,9% dos bloguers (a maioria) actualiza o blogue uma vez por semana

A conversa

Na passada sexta-feira tive uma conversa muito interessante à mesa de um café. Das três pessoas que compunham a mesa, duas delas ficaram a saber que as mulheres podem ser categorizadas. Melhor, cada mulher que entrou (e possivelmente saiu) da vida dessa pessoa está como que dentro de uma "pasta" com determinado rótulo. Dependendo do seu significado.

Fiquei completamente deliciado com as explicações, que faziam todo o sentido (sem ironia), mas nunca pensei que fosse possível tanta organização. Já tinha ouvido falar, ainda que vagamente (agora com ironia), que se podiam catalogar diversas coisas, mas nunca me tinha passado pela cabeça que as mulheres também pudessem ser distribuídas consoante as suas características. É que muitas vezes torna-se difícil começar por entendê-las...

Mas quem pode passar sem elas?

quinta-feira, abril 10, 2008

Pergunta

Se o óleo de milho é feito de milho e o óleo vegetal é feito de vegetais, do que é feito o óleo de bebé?

Pertinente...

quarta-feira, abril 09, 2008

Uma música, uma memória

Seguindo na onda da minha amiga Gi, escolhi uma música que me leva até uma recordação. Será quase que uma rubrica à qual chamarei: "Uma música, uma memória". Giro, não é?

Bem, esta música é de uma das minhas bandas favoritas. É certo que só descobri o meu gosto pelos Silverchair há meia dúzia de anos e por isso esta música leva-me a recordar a época em que andava pela UM. As tardes em que por vezes ficavamos estendidos na relva a conversar, entre gargalhadas e mais gargalhadas. Inesquecíveis momentos esses, tal como esta música.



Silverchair - After All These Years

segunda-feira, abril 07, 2008

Tiques

Muitas pessoas têm tiques. Divirto-me, por exemplo, a ver alguns jogadores de futebol, no final dos jogos, a passarem constantemente a mão pelo nariz ou a coçarem as sobrancelhas. São tiques. Como meter o dedo no nariz, esfregar as partes íntimas ou coçar a cabeça.

Confesso que também tenho tiques. Aquele que as pessoas mais referem é o de mexer no cabelo, tentando melhorar o penteado, sobretudo na parte da frente. É verdade que o faço embora seja com um objectivo. O que não me parece ser o caso de uma pessoa que coça o nariz quando nem sequer tem comichão.

Tenho também o hábito de movimentar a perna direita de forma ritmada quando estou sentado em cadeiras. Algo que herdei do meu pai. Bem, mas falem-me dos vossos tiques. E de algum peculiar que conheçam…

domingo, abril 06, 2008

É importante?

Há coisas na vida que são realmente importantes. Que fazem a diferença, que nos preenchem, que nos dão aquela sensação de felicidade e contentamento. Na maior parte das vezes não são mensuráveis, no entanto sabemos qual a sensação que provocam. As amizades são importantes.

E depois existem todas as outras, à volta das quais muitas vezes se faz grande barulho, mas que vendo bem não têm importância. Podemos cair no erro de sobrevalorizarmos algumas e só o tempo permitirá trazer lucidez extra. Algumas opiniões não são importantes. Valem o que valem.

quinta-feira, abril 03, 2008

Verdades

Dizem que as verdades são para serem ditas, mas nem sempre é assim. Por exemplo, apetecia-me escrever agora aqui umas verdades, mas o decoro e bom senso impedem-me de o fazer. Às vezes dizemos mais coisas estando calados. E também ganhamos mais tendo essa atitude.

Por isso, mesmo que sejam donos da verdade, pensem duas vezes antes de falar ou escrever algo. Mesmo que tenham de morder vinte vezes os lábios ou arranjar outros assuntos para divagar. Como este, por exemplo.

quarta-feira, abril 02, 2008

Há palavras que nos beijam

«Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte»

Alexandre O'Neill

segunda-feira, março 31, 2008

Pergunta

Quem foi a primeira pessoa que olhou para uma vaca e disse: "Acho que vou espremer estas coisas compridas e beber o que quer que saia de lá"?

É que foi uma grande ideia...

sexta-feira, março 28, 2008

Para ouvir...

Triste e melancólica. Mas com significado. Simplesmente uma bela música.



Jay-Jay Johanson, She Doesn´t Live Here Anymore

quinta-feira, março 27, 2008

Palavras proibidas

Não sabia que a televisão norte-americana tinha (e tem) uma lista de palavras proibidas de serem ditas. Essa lista é constituída por sete palavras: shit, piss, fuck, cunt, cocksucker, motherfucker e tits. Bem bonita esta lista. Mas porquê estas palavras e não outras?

A última vítima desta lei foi a cantora Cher que prevaricou e viu-lhe ser instaurado um processo que vai levar o Supremo a emitir doutrina sobre o assunto. Segundo os norte-americanos, os palavrões viola "as regras da decência" na televisão.

Só sei que há dias em que certamente eu não poderia ir a uma qualquer cadeia de televisão norte-americana.

quarta-feira, março 26, 2008

Como se fosse ontem...

Muitas vezes ouve-se a expressão: “lembro-me como se fosse ontem”. Normalmente, quando queremos referir-nos a algo que ainda está bem presente na nossa memória apesar de já fazer parte de um passado longínquo.

No entanto, esta expressão tem uma falácia do tamanho do mundo. Isto porque todos nós sabemos que chegados a determinada idade já nem do que se passou no dia anterior nos conseguimos lembrar. E acreditem que eu sou uma dessas pessoas, mesmo não me considerando demasiado velho. Tenho sérias dificuldades em conseguir recordar coisas que fiz ontem. Principalmente se não me interessarem.

Mas lembro-me como se fosse ontem que ter 18 anos era fantástico. Pelo menos não andava tão esquecido…

segunda-feira, março 24, 2008

Pergunta do dia

Porque é que as torradeiras têm sempre uma opção para uma temperatura tão alta que queima as torradas todas?


Encontrei esta pergunta pertinente por aí...

domingo, março 23, 2008

Histórias felizes

Abrimos os jornais, assistimos à abertura dos telejornais, ouvimos rádio e tudo não passam de tristezas e desgraças. É preciso dar-se mais destaque às histórias com finais felizes. Porque elas existem. Para amarga já basta a vida, muitas vezes. E não quero acreditar que este mundo só é feito de coisas negativas.

Acredito em histórias bonitas com finais apaixonantes e uma lágrima de contentamento à mistura. Estou certo que para que isso suceda só temos de procurar a felicidade, lutar e dar o nosso melhor. Nada se consegue com pouco esforço, pouca dedicação e inspiração. É preciso fazer as coisas com paixão. E dar menos ênfase ao lado negativo.

Já agora, Boa Páscoa!

quinta-feira, março 20, 2008

Frase do dia

«Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.»

Saint-Exupéry

quarta-feira, março 19, 2008

Anthony Minghella

O cinema fica mais pobre: morreu o realizador Anthony Minghella. O britânico venceu o Óscar para o Melhor Realizador em 1996 com o filme "O Paciente Inglês" e teve outros grandes filmes como "O Talentoso Mr. Ripley" ou "Cold Mountain".

Minghella estreou-se no meio em 1981 com “Truly, Madly, Deeply”. Filho de italianos e apaixonado desde sempre pelo cinema, foi com o filme “O Paciente Inglês” que o realizador ficou conhecido.

O seu último trabalho foi na direcção artística de “The no. 1 Ladies´Detective Agency”, uma série baseada nos livros de Alexandre McCall Smith que será exibida esta semana pela cadeia de televisão britânica BBC.

Gostei de todos os filmes que vi deste realizador e por isso era um dos meus favoritos. Fica aqui uma pequena homenagem, num filme magnífico.

terça-feira, março 18, 2008

É bom

Uma das coisas boas da vida é poder estar grande parte do fim-de-semana deitado no sofá e em boa companhia. Enroscados num cobertor, quentinhos e com a chuva lá fora a cair. A televisão ligada para entreter e o resto é simplesmente viver nas nuvens. É relaxante e retemperador. E faz falta.

É bom sair, passear, ver o mar e respirar o ar puro. Mas por vezes faz falta estar no sossego do lar e ouvir a nossa respiração a dobrar. É bom, muito bom...

domingo, março 16, 2008

Frase do dia

«Não há razão para termos medo das sombras. Apenas indicam que em algum lugar próximo brilha a luz.»

Ruth Renkel

quarta-feira, março 12, 2008

Perfil astrológico

«Mente aguçada e dom da oratória. Hábito de entrar em detalhes. Pessoa engraçada, muito leal, fiel, pessoa que sabe o que fazer na hora certa e na hora errada, pessoa que gosta de fazer amigos. Muito inteligente, amigo, gosta de ajudar.»

Wikipedia

Descobri este meu curto perfil astrológico e o engraçado destas coisas é que me identifico com a maior parte das características atribuídas ao meu signo. Os astros têm assim tanta influência no modo como somos?

Frase do dia

«Ai, negras águas, ondas de mágoas,
Gelaram-m'o fogo no olhar.»

Senhora do Mar

terça-feira, março 11, 2008

Caminhos

Hoje estiver a pensar com os meus botões (sim, faço isso de vez em quando) e há uma questão que me intriga.

São os caminhos que cruzam as pessoas ou somos nós que nos vamos cruzando ao escolhermos trilhar um determinado caminho? Será que o destino existe?

segunda-feira, março 10, 2008

Porquê?

Por que é que temos sempre a tendência para dizermos que somos os melhores a fazer isto ou aquilo?


Hoje, enquanto viajava de carro, ouvia uma rádio em que o locutor não se cansava de dizer: "somos a melhor rádio do concelho"; "a melhor informação desportiva"; "a sua melhor companhia na tarde de domingo". Porquê?

Quando fazemos bem alguma coisa ou quando temos capacidades que nos podem distinguir, penso que não precisamos pôr-nos em bicos de pé. Conseguimos evidenciar-nos de forma natural. Por isso fico sempre de pé atrás quando vejo ou ouço alguém vangloriar-se pelos seus feitos ou por ser o melhor a fazer isto ou aquilo. Prefiro alguém que se destaque naturalmente.

sábado, março 08, 2008

Gosto

De sorrir. Rir. Dar uma boa gargalhada. Nada melhor para aliviar o stress…

Pouco sensíveis

Todos os dias eu e o Jorge temos problemas na Redacção. Basicamente somos discriminados porque somos demasiado galhofeiros. Ou seja, brincamos um pouco com todos as situações, sejam elas delicadas ou não, e isso sai-nos caro. Por vezes somos mesmo apelidados de insensíveis.

Mas na verdade o facto de levarmos as coisas para o lado mais divertido e positivo, mesmo quando esse lado não existe, é uma forma de nos refugiarmos. Isto é, nós somos seres sensíveis. Bem lá no fundo. Criamos é uma capa de insensibilidade para tentarmos passar ao lado das tristezas da vida. Pelo menos no meu caso e tenho a certeza que o Jorge há-de concordar comigo. Somos uns incompreendidos.

O melhor mesmo é criarmos uma Redacção só para nós, tal como diz a Sofia. À entrada, na porta, uma placa com os seguintes dizeres: “criativos a trabalhar”.

Pronto. Era isto que queria esclarecer.

quinta-feira, março 06, 2008

Mais fácil escrever que falar

«Os jovens dos 12 aos 25 são “a geração que passa mais tempo com tecnologias do que com pessoas”. Quem o diz é a Publicis, uma agência de publicidade, que tem vindo a elaborar estudos sobre vários sectores sociais. Já o fez sobre as mulheres, sobre os homens, e agora lança o estudo Tweens, sobre jovens. Este estudo defende a tese de que a tecnologia permite aos jovens “obter e partilhar momentos e experiências com o mundo” e que isso colmata a sua grande necessidade de partilhar com os amigos tudo o que lhes acontece, a todo o momento.

Através da análise de artigos de imprensa e internet e de entrevistas a dez jovens que reportaram o seu dia-a-dia durante uma semana, concluíram que, hoje em dia, “é mais fácil para os jovens ler e escrever, do que falar e ouvir”. Através dos telemóveis e da internet, desenvolveram uma dificuldade na comunicação verbal e estão mais à vontade em conversar com as teclas.»

In Publico.pt

Gosto de escrever e sou um defensor acérrimo das novas tecnologias. Este blogue pode ser um exemplo disso. Mas também gosto de uma boa conversa com pessoas interessantes desse ponto de vista. Sinceramente há tempo para tudo e uma coisa não impede a outra. Aliás, complementam-se.

segunda-feira, março 03, 2008

Para ouvir

Hoje é segunda-feira e por vezes é preciso uma musiquinha para descontrair. Nada melhor do que uma das melhores bandas de todos os tempos. Para ouvir...



INXS - "By My Side"

sábado, março 01, 2008

Nunca Digas Banzai

Para mim este foi um dos melhores programas a passar na televisão portuguesa. Divertia-me à grande a ver isto e através de conversas com alguns colegas de trabalho este é quase um programa de culto.

Eu perco-me de riso a ver isto. Em Portugal o nome era "Nunca Digas Banzai" mas lá por fora ficou conhecido como "Takeshi's Castle". Se alguém tiver informação sobre este programa, por exemplo se é emitido ainda em algum canal ou onde posso adquirir um eventual DVD com a série, agradecia essas mesas informações.

Porque não passar novamente este género de programas na televisão em vez das constantes novelas.

Bem, ficam aqui dois excertos para recordar...



sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Tenho cara de miúdo

O que pensar quando uma jovem de 17 anos se vira para nós e diz: "realmente o Bruno tem cara de miúdo", em jeito do comentário/desabafo para todos os presentes na Redacção. Bem, que dizer. Fiquei sem reacção e sem saber o que pensar. É positivo ou negativo?


Certo certo é que a idade não perdoa e olhando para trás vejo já os longínquos tempos em que eu próprio era um jovem de 17 anos e fazia destes comentários fantásticos. Acho que é positivo manter o espírito jovem, mesmo que a idade não perdoe e vá avançando, e já agora também a cara.

Como dizia o outro: "tenho cara de miúdo..." mas de algumas coisas percebo eu...

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Frase do dia

«Se estamos todos sozinhos então estamos todos no mesmo barco»

P.S. I Love You

quarta-feira, fevereiro 27, 2008

As pessoas

Costuma dizer-se que não há pessoas insubstituíveis. Para mim faz todo o sentido, sobretudo se falarmos em termos profissionais.

Há sempre a possibilidade de tirarmos uma pessoa, colocarmos outra e tudo funcionar aparentemente de forma correcta. Mas não existem sentimentos passíveis de substituição.

Os sentimentos não podem simplesmente ser trocados por outros idênticos.

É pouco provável gostarmos de forma igual de pessoas diferentes.

sábado, fevereiro 23, 2008

Torre de Babel

"Segundo narrativa contido no Livro da Génesis (Bíblia), a Torre de Babel começou a ser construída numa época em que "o mundo inteiro falava a mesma língua, com as mesmas palavras" e era parte integrante do projecto de construção de uma cidade, que foi abandonado porque o Deus Bíblico não apreciou o projecto dos homens e confundiu-lhes a lingua. A história da torre pretende explicar, alegoricamente, a origem das muitas linguas faladas no mundo"


Fonte: Wikipédia

Muitas vezes sinto-me a viver na Torre de Babel. Muitas pessoas a falarem ao mesmo tempo e ninguém percebe nada. Por outro lado, seria óptimo que algumas pessoas falassem línguas diferentes para não ser necessário darmo-nos ao trabalho de procurar um entendimento. Se cada um falasse a sua língua, podia ficar sempre a falar sozinho...

Escrever

Esta semana escrevi muito pouco. Falta de tema, falta de tempo, falta de qualquer coisa...
Curiosamente, em conversa, fiquei a saber que há pessoas que regularmente frequentam este e o meu outro blogue (Bolas na Trave) e que lêem tudo, mesmo tudo. Até os comentários aos posts.

E acho que nunca tenho a noção de nada. Na minha óptica ninguém lê o que escrevo ou repara no que penso ou digo. Mas as pessoas andam atentas e é preciso ter cuidado com as opiniões escritas. No entanto, o principal intuito de quem escreve é ser lido. Caso contrário nada disto valia a pena. Por isso, obrigado.

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Paixão

Haverá algo melhor do que paixão? Algo tão arrebatador e inexplicável? A paixão não se conta ou mostra, sente-se. E estarmos constantemente apaixonados é das melhores sensações que podemos ter. Paixão até ao fim...

Frase do dia

«A nossa maior glória não reside no facto de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda»

Confúcio

sábado, fevereiro 16, 2008

Recolhimento

Recolhimento é sem dúvida uma boa palavra. Com tanta azáfama no dia-a-dia, mistura de sensações e pensamentos, aliado a fins-de-semana que não são mais que prolongamentos da semana, por vezes sentimos a necessidade de termos algum recolhimento. Estarmos em casa, fechados no nosso mundo, basicamente fazermos uma paragem para reflexão.

Por isso, este fim-de-semana será de recolhimento, ainda que algo forçado. Mas vai saber bem parar e pôr muitas coisas em dia. Como por exemplo a conversa e a leitura. Na esperança de que segunda-feira se abra uma semana mais tranquila...

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Dia dos namorados

Hoje é dia dos namorados e sinceramente é mais um dia para o comércio. Esta noite os restaurantes vão estar cheios, as farmácias vão vender mais do que o habitual e no fim de contas é uma data como outra qualquer. Não guardo especiais festejos para esta ocasião e mesmo podendo soar a frase feita, todos os dias são bons para namorar.


Isto é, gosto de namorar todos os dias e por isso não faz sentido guardar tudo para um único dia. Daí achar que é um pretexto para se gastar um dinheirinho extra a fazer coisas que se fazem ao longo do ano. E sabe muito melhor ser presenteado com algo sem estarmos a contar do que quando a "surpresa" é guardada para o dia dos namorados. Mas cada um sabe de si...

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Frase do dia

«A sombra é a parte mais bonita de cada um. A escuridão dela reflecte uma alma perdida. Até a minha sombra precisa do teu brilho»

Vi esta citação no blogue O Criador de Imagens. Gostei e por isso resolvi colocá-la aqui. Acho que por vezes limitámo-nos a reflectir o brilho de quem está ao nosso lado.

sábado, fevereiro 09, 2008

New Young Pony Club

Descobri este grupo britânico por acaso e gostei. Agora acho que fiquei apaixonado por esta música. Ora comecem lá a ouvir e depois digam alguma coisa...

sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Ikea

Para todos os fãs das lojas Ikea, fica aqui uma última novidade. Li na revista Sábado desta semana que no site da Ikea disponibilizam uma assistente virtual que responde a todas as questões dos clientes. Inclusive que tinha uma forma bastante personalizada de satisfazer todas as questões. Mesmo todas. Por exemplo, se a tentassem abordar de uma forma mais atrevida ou a elogiassem, ela teria sempre uma resposta para dar. E cortando pela raiz quaisquer intentos de se ser engraçadinho.


Como gosto de ver para crer, resolvi ir até ao site da Ikea. Escrevi: "És muito gira!". E reparem como ela não deu qualquer hipótese, respondendo: "Oh! Sinto-me muito lisonjeada!" e fechou com um seco, "deseja saber mais alguma coisa sobre a Ikea?". Resolvi desistir, mas aconselho a irem lá ter um diálogo com esta assistente virtual de nome Anna. Uma inovação engraçada e muito útil que podem ver em http://www.ikea.pt/.