sexta-feira, setembro 28, 2012

Os astros

Ser bem sucedido em qualquer tarefa passa pelo empenho colocado, pelo empurrão inicial e pelos astros favoráveis que cumprem a pequena parte que leva a cortar a meta.

É assim

Ao que parece o Relatório e Contas do Benfica foi chumbado e Luís Filipe Vieira saiu da Assembleia Geral do clube com seguranças e com os associados a pedirem a sua demissão.
Já estou a contar os minutos para aparecer alguém ligado ao Benfica a dizer que o FC Porto está metido nisto e que comprou os sócios do Benfica para criarem instabilidade. E ao que parece um árbitro presente na Assembleia deixou passar em claro uma falta grosseira na área por carga do Maxi Pereira sobre um dos seguranças do Vieira.
O Porto controla mesmo tudo...

terça-feira, setembro 25, 2012

Si...

«Si pudiera vivir nuevamente mi vida, en la próxima trataría de cometer más errores. No intentaría ser tan perfecto, me relajaría más. Sería más tonto de lo que he sido, de hecho tomaría muy pocas cosas con seriedad. Sería menos higiénico. Correría más riesgos, haría más viajes, contemplaría más atardeceres, subiría más montañas, nadaría más ríos. Iría a más lugares adonde nunca he ido, comería más helados y menos habas, tendría más problemas reales y menos imaginarios. Yo fui una de esas personas que vivió sensata y prolíficamente cada minuto de su vida; claro que tuve momentos de alegría. Pero si pudiera volver atrás trataría de tener solamente buenos momentos. Por si no lo saben, de eso está hecha la vida, sólo de momentos; no te pierdas el ahora. Yo era uno de esos que nunca iban a ninguna parte sin un termómetro, una bolsa de agua caliente, un paraguas y un paracaídas; si pudiera volver a vivir, viajaría más liviano. Si pudiera volver a vivir comenzaría a andar descalzo a principios de la primavera y seguiría descalzo hasta concluir el otoño. Daría más vueltas en calesita, contemplaría más amaneceres, y jugaría con más niños, si tuviera otra vez vida por delante. Pero ya ven, tengo 85 años... y sé que me estoy muriendo.»

...

Ser ou não ser...


segunda-feira, setembro 24, 2012

Ouvir

Uma das músicas do novo filme de Woody Allen. Fiquei fã. E do filme, gostei!


sexta-feira, setembro 21, 2012

Palavra que gosto

empatia

quinta-feira, setembro 20, 2012

Arrival

Ver e ouvir.


Não me importava...

Villas Boas quer contratar...director geral da Roma

...de ficar com o lugar! :)

Comidinha

Ontem no Top Chef americano o desafio dos chefs era confeccionar a última refeição de um conceituado leque de júris. Ou seja, cada um escolheu aquela que seria a sua perfeita e derradeira refeição. Uma espécie de condenado à cadeira eléctrica com oportunidade para poder saciar os seus apetites.

Curiosamente, as escolhas não foram muito elaboradas e complicadas, passando pelo pombo, frango assado ou salmão grelhado. A prova talvez de que os pratos mais simples são provavelmente os que nos dizem mais. Se calhar porque nos remetem para memórias de infância, para os cozinhados das nossas avós, das nossas mães, para os sabores que nos transmitem as melhores sensações. E agora que escrevo sobre isto, lembrei-me das bolachas Maria com queijo que a minha avó preparava. Não são propriamente uma refeição, mas algo cujo sabor me remete para as melhores recordações.

E pensando naquela que seria a minha última refeição, entre muitos pratos que me agradariam, acho que escolheria um suculento e saboroso bife grelhado, com batatas fritas muito finas e às rodelas e um belo de um ovo estrelado a acompanhar. Sem esquecer que o bife teria de ser nem muito bem, nem muito mal passado e o ovo teria de ser à minha moda. Passado dos dois lados mas sem exageros porque gosto sempre de um bocadinho de gema para molhar com o pão.

quarta-feira, setembro 19, 2012

Das secas

No hospital, diz o médico:

- O senhor é o dador de sangue?

- Não, eu sou o da dor de cabeça!

terça-feira, setembro 18, 2012

Fui sabendo de mim

Fui sabendo de mim
por aquilo que perdia

pedaços que saíram de mim
com o mistério de serem poucos
e valerem só quando os perdia

fui ficando
por umbrais
aquém do passo
que nunca ousei

eu vi
a árvore morta
e soube que mentia 

Mia Couto

segunda-feira, setembro 17, 2012

Voo

Voar e sensação de liberdade.


domingo, setembro 16, 2012

Manifestação

Seria muito bom que a mega manifestação do dia de ontem tivesse reflexos significativos na evolução do país. Não deixa de ser notável e assinalável que tal se tenha verificado e só demonstra por um lado a união de um povo e por outro a situação dramática de Portugal. O pior é que é sempre necessária uma situação quase limite para que todos acordem. Porque quem escolhe quem nos governa somos nós. E o povo continua a demarcar-se de exercer os seus direitos, patente nos números da abstenção das várias eleições dos últimos anos.

E a Troika e o FMI só são conhecidos em Portugal porque basicamente pedimos o seu auxílio. Porque não fomos capazes de nos governar sozinhos. E é sempre normal que nas questões de dinheiro alguém ajude os outros com um preço. E o preço dessa ajuda é aquilo que estamos a pagar directamente dos nossos bolsos. Há condições a respeitar. Pedimos ajuda, agora teremos de nos sujeitar às regras impostas. Porque as aceitamos. Mais uma vez é tudo culpa nossa.

Por fim, há algo que me deixa algumas perguntas. Mudar de governantes neste momento vai ajudar a resolver a crise? Não será trocar apenas por trocar? Não será adiar tudo? O que é preciso mesmo são soluções. Não dizer que isto não está bem, que assim não pode ser, mas não apresentar alternativas. Esqueçam os partidos, os lugares que anseiam ocupar ou ficar bem na fotografia. É a hora da unidade nacional. É o país e o povo português que estão em causa.

sexta-feira, setembro 14, 2012

O tempo

É daquelas coisas que nunca pára ou dá descanso. É feito de retrospectivas, previsões e futurologia. Quando somos mais jovens fazemos muitos planos para o futuro e prevemos o que vem a seguir. O que queremos e desejamos fazer.

À medida que o tempo e os anos passam, fazem menos planos e temos menos desejos ou vontades por concretizar. Chega-se a uma idade em que não faz sentido fazer grandes projecções mas antes viver o dia a dia com tudo aquilo que nos traz.

E passados mais alguns anos, o melhor mesmo é começarmos a ir na corrente. Deixamos a futurologia e ficamos somente pelas retrospectivas e pelos regressos ao passado.

E assim segue o tempo.

quarta-feira, setembro 12, 2012

Política

Em Portugal há muito tempo que os políticos não querem saber de governar o país. Apenas de fazerem política, quererem ser eleitos a qualquer custo e deitar abaixo quem está no poder. Neste momento seria recomendável todos os partidos, em conjunto, encontrarem soluções para os problemas. E o que fazem eles?

domingo, setembro 09, 2012

Ainda no Trio de Ataque

Um dos comentários do twitter em rodapé no programa:

"inside information: Luisão suspenso por um ano, excepto nos dias em que o Benfica jogar."

:)

Números

A assistir na televisão ao Trio de Ataque onde se discute números de transferências, Witsel e Hulk.

E uma coisa é clara. Qualquer jogador vale aquilo que um clube oferece por ele. As clausulas de rescisão são para proteger os jogadores. Protecção mínima. Nem Hulk, nem Witsel valiam as clausulas de rescisão.

Conclusão: o Benfica vendeu Witsel muito bem. Porquê? Porque alguém pagou 40 milhões.

Crise?!

Estranho que este país esteja em crise. Ontem em Braga vi carros e mais carros a circularem, pessoas, muitas pessoas e consumo, muito consumo.

Vi os restaurantes completamente a abarrotar, vi os proprietários a desdenharem clientes e vi muita gente bem vestida e divertida. Por isso, crise, depressão, poupar dinheiro para as adversidades futuras é coisa que está na imaginação de todos. Esqueçam lá isso.

sábado, setembro 08, 2012

quote

"The North Star has a deep love for the moon. She is always in the sky waiting for the return of the moon"

sexta-feira, setembro 07, 2012

Hoje

Na manhã tranquila de sexta, igual à manhã de tantos outros dias do ano.


quinta-feira, setembro 06, 2012

...

...


Brincadeira

Isto só pode ser brincadeira. Jorge Jesus foi ontem castigado por 15 dias pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol devido a declarações proferidas no final do Benfica-FC Porto, disputado a 3 de Março. Melhor ainda é que depois de tanto tempo para ser decidido este caso, o treinador do Benfica teve a sorte de ser castigado logo quando as competições em Portugal estão paradas. Ou seja, o mesmo é dizer que ele está de castigo mas não falhará nenhum jogo do Benfica. Só pode ter sido coincidência e uma tremenda sorte para Jorge Jesus (tom irónico).

Pergunto: para que serve um castigo destes? É mesmo um castigo? É que eu acho que isto quer dizer que Jorge Jesus poderá a fazer tudo o que quiser, assim como qualquer outro treinador (ou não), porque nada lhe acontecerá e em nada se prejudicará, a ele ou ao clube. Aqui neste futebol quase tudo passa impune. Relembro só um caso em Espanha em que Fábio Coentrão foi expulso do banco pelo árbitro num jogo de domingo e na quarta-feira já não jogou com o Barcelona para a Supertaça porque logo na segunda-feira foi castigado com quatro jogos de suspensão. E reparem noutra diferença, foi castigado em jogos e não em dias. Porque é no jogo que os treinadores e os jogadores são intervenientes.

Para finalizar, e só em jeito de previsão, acho que Luisão também será castigado (daqui a uns meses) mas terá um castigo em que apenas ficará impedido de jogar na Taça da Liga (quando o Benfica se iniciar na competição pelo que entretanto é melhor esperar mais um pouco para se decidir o castigo). Ou então será castigado em 30 dias, num mês em que as competições parem. Pode até propor-se 30 dias em Agosto de 2013. Ainda lhe sobrará um dia para, por exemplo, poder jogar na Eusébio Cup.

quarta-feira, setembro 05, 2012

Destiny

Modo repeat...


quote

«O homem é capaz de promover muitas acções, mas as maiores é o destino que as dirige pessoalmente.»

Henrik Ibsen

terça-feira, setembro 04, 2012

Se

Se eu fosse poeta, escreveria assim:

"Abnegação

Chovam lírios e rosas no teu colo!
Chovam hinos de glória na tua alma!
Hinos de glória e adoração e calma,
Meu amor, minha pomba e meu consolo!

Dê-te estrelas o céu, flores o solo,
Cantos e aroma o ar e sombra a palmar.
E quando surge a lua e o mar se acalma,
Sonhos sem fim seu preguiçoso rolo!

E nem sequer te lembres de que eu choro...
Esquece até, esquece, que te adoro...
E ao passares por mim, sem que me olhes,

Possam das minhas lágrimas cruéis
Nascer sob os teus pés flores fiéis,
Que pises distraída ou rindo esfolhes!"

Antero de Quental