quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Um apelo

Aproveito este blogue para lançar um apelo acerca de uma questão levantada num das conversas aqui na redacção.


O que é um topping?

Já agora espera-se que a ajuda inclua as várias aplicações dester termo. Porque topping pode ser aquele molho que se põe no gelado, mas segundo ouvi dizer serve para descrever outras coisas. O quê,? Não sei bem...

Digam lá o que é um topping...

O país dos inquéritos

Não sei se já reparam mas Portugal é o país dos inquéritos. Quando algo corre mal, abre-se um inquérito para se apurarem responsabilidades.

O pior de tudo é que se abrem os inquéritos e não se chegam a conclusões. Ninguém fica a saber quem foram os culpados e como tal não existem consequências para quem faz as asneiras.

Então, para que servem os inquéritos? Boa pergunta...

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

É isto...

O mundo salta e corre e a vida segue logo atrás...

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Em defesa das ovelhas

A vocalista da banda The Pretenders trocou o microfone por uma tesoura de poda e foi com a organização PETA para a Austrália. Chrissie Hynde esteve em protesto na Austrália, defendendo as pobres criaturas cobertas de lã. Objectivo: contestar o mulesing, uma prática que serve para defender as ovelhas de doenças, mas que é dolorosa para os animais.

O que é melhor? Uma prática dolorosa que evite que as ovelhas morram ou deixá-las morrer?

Amor à primeira vista

Existem certas coisas na vida pelas quais nos apaixonamos à primeira vista. Um clube, uma casa, um carro, uma pessoa, uma roupa, uma profissão... E por muito que a nossa vontade seja esquecer e partir para outra, é impossível.

E essas coisas são aquelas que realmente valem a pena. As que merecem todo o nosso esforço e dedicação. Pelas quais devemos correr atrás. E uma vez alcançadas temos de tratar bem delas, alimentá-las e preencher todos os vazios.

Também podem ser chamados de sonhos. E concretizá-los um a um dá um gozo enorme. Há que lutar por este tipo de amores. Os outros, esqueçam...

domingo, fevereiro 11, 2007

De sem-abrigo a milionário

O papel de corretor de Wall Street que dormiu nas ruas durante um ano com o filho valeu a Will Smith a nomeação para o Óscar de Melhor Actor. A história real de Christopher Gardner que já estreou nos cinemas e que espero ver em breve.

“Dormiam onde calhava. Comiam o que havia. Caminhavam sempre de mão dada. Lado a lado. Aquele homem – acompanhado de um menino quase bebé – vivia na rua e dependia da caridade das prostitutas o drama familiar: Sem que elas imaginassem, a nota de cinco dólares oferecida à criança amaciava-lhe a fome, já que o sono era enganado em casas-de-banho públicas, bancos de jardim e estações de comboio”.

O filme chama-se “Em Busca da Felicidade” e passa para a grande tela mais uma história verídica. A não perder…



Eu já vi e recomendo. Uma lição de vida!

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Aborto, sim ou não?

Não vou expor aqui a minha opinião sobre o Aborto. Apenas me parece que as pessoas devem votar em consciência e sem quererem impor a sua opinião aos outros. E sobretudo não seguirem cegamente o que defendem os partidos políticos. Aliás, parece-me que os partidos políticos não deveriam fazer campanha pelo sim ou pelo não.

Cada um deve pensar pela sua cabeça, deve estar bem informado e depois exercer o seu dever de votar e contribuir para este referendo do próximo dia 11 de Fevereiro. Sem seguir este ou aquele. Esquecendo cores políticas.

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Últimas...

Agora no OS temos uma página muito interessante. Chama-se "últimas" e tem imagens muito interessantes, tipo esta:

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Jornalismo é romantismo

Fazer jornalismo é um acto puramente romântico. Pelo menos para a maior parte dos jornalistas. Quem o faz é quase sempre apenas pela realização pessoal e profissional, mas esse preenchimento não tem o devido reconhecimento em termos monetários. E se a realização pessoal é importante, sem dúvida, ser-se bem remunerado assume uma importância crescente.

Os jornalistas não são bem pagos. E deviam ser pagos ao nível de outras profissões porque é uma actividade profissional desgastante, de elevado stress e grande exigência mental. Provavelmente a opinião pública adivinha ordenados chorudos para os jornalistas, mas isso deve-se ao facto de grande parte das pessoas imaginarem que todos ganham o mesmo que os pivots das televisões. Acreditem que a realidade não é essa.

Por isso digo que jornalismo é romantismo. Muitos fazem-no quase por amor à camisola. Porque gostam muito do que fazem. De resto, é viver uma profissão retratada tantas vezes em filmes como a dos tipos com estilo e vida fantástica e interessante. Não é, mas eu gosto muito daquilo que faço.

domingo, fevereiro 04, 2007

Quinzena Gastronómica

Não se esqueçam de experimentar alguns pratos típicos do nosso país na Quinzena Gastronómica que já decorre em Famalicão. Esta iniciativa vai já na 5ª edição e conta este ano com 19 restaurantes a concurso e adivinhem quem faz a avaliação. São as pessoas que comem nos restaurantes que aderiram.

Para quem quiser saber mais, pode visitar o blogue da Quinzena Gastronómica e ficar a saber quais os pratos e restaurantes a concurso.

"Não se esqueçam de 1 a 15 de Fevereiro o destino é Vila Nova de Famalicão!"

sábado, fevereiro 03, 2007

Finalmente o fim-de-semana

Finalmente chegou o fim-de-semana depois de mais uma semana de trabalho. E só tenho pena do tempo ser pouco para escrever aqui no blogue que está quase ditado ao abandono. Vou tentar recuperar o tempo perdido.

Quem visita o blogue deixa de cá vir se não postar coisas novas. Por isso, assumo a minha culpa. Vou guardar um espaço do meu dia para actualizar diariamente este blogue. Não prometo que o faça mas pelo menos vou tentar...