segunda-feira, outubro 29, 2012

Piropo II

«O teu pai deve ser terrorista. És cá uma bomba!»

Mundo

O Mundo é composto por pequeninos mundos dentro da vida de cada um. E cada vida tem uma pessoa lá dentro no meio de uma pluralidade infinita de realizações. Neste Universo infindável.


Piropo

Do alto de um andaime...

«Não sei com quantos paus se faz uma canoa, mas o teu pai só com um fez um avião.»

sexta-feira, outubro 26, 2012

New Day

Há o dia velho e o dia novo. Hoje é um novo dia.


quinta-feira, outubro 25, 2012

Para mexer

Para agitar e afastar a rinite...

Apontem: rinite!

Alguém sabe a diferença entre constipação e crise de rinite alérgica? Pronto, eu tenho nariz entupido, pingo constante e voz nasalada. Mas não estou constipado. Por isso, por favor parem de dizer para eu ir tratar esta constipação. Porque eu estou é numa crise de rinite alérgica.

P.S.: Não tomem Desloratadina Generis 5 mg! Acho que só ajuda a piorar. Ou então está é a fazer libertar tudo de uma vez.

quarta-feira, outubro 24, 2012

Cansaço

"Porque é que é sempre nos momentos em que estamos mais cansados ou mais felizes que sentimos mais a falta das pessoas que amamos? O cansaço faz-nos precisar delas. Quando estamos assim, mais ninguém consegue tomar conta de nós. O cansaço é uma coisa que só o amor compreende. A minha mãe. O meu amor. E a felicidade. A felicidade faz-nos sentir pena e culpa de não a podermos participar. É por estarmos de uma forma ou de outra sozinhos que a saudade é maior."

Miguel Esteves Cardoso


terça-feira, outubro 23, 2012

Arbitragem e futebol

«É errado dizer que o Benfica não ganha por causa da arbitragem. Isso é uma forma de desresponsabilizar a equipa. Se essa estratégia fosse correta, o Sporting teria ganho nove campeonatos nos últimos 10 anos. É preciso romper com o paradigma do dirigente desportivo que insulta e provoca. Rui Rangel pode ser uma lufada de ar fresco.»

Esta declaração pertence a Fernando Tavares, candidato a vice-presidente do Benfica na lista de Rui Rangel. E realmente sempre que o Benfica não ganha a culpa é do árbitro. E se esse discurso tem de se alterar no Benfica, eu acrescentaria que terá de se alterar em todo o futebol português porque é sempre a mesma coisa. Temos jogadores, treinadores e dirigentes perfeitos e infalíveis. E os árbitros são uns incompetentes já que nunca podem falhar e falham.

segunda-feira, outubro 22, 2012

Upss...

Apontar num papelinho ou num caderninho é uma acção óptima para evitar qualquer tipo de esquecimentos. O pior é quando nos esquecemos que apontámos algo de que não nos podíamos esquecer.

Completas

A meu favor tenho o teu olhar
testemunhando por mim
perante juízes terríveis:
 a morte, os amigos, os inimigos.

E aqueles que me assaltam
à noite na solidão do quarto
refugiam-se em fundos sítios dentro de mim
quando de manhã o teu olhar ilumina o quarto.

Protege-me com ele, com o teu olhar,
dos demónios da noite e das aflições do dia,
fala em voz alta, não deixes que adormeça,
afasta de mim o pecado da infelicidade.  

Manuel António Pina

sábado, outubro 20, 2012

Love it

...

TB & M

«Há sempre um sítio pra fugir, se queres saber um sítio onde podes descansar.
Há sempre alguém pra te agarrar, pra te esconder.
Se vais cair eu vou-te ver antes da dança, antes da fuga, eu sei-te ver.
Antes do tempo te mudar eu vou saber, antes da névoa te vestir e te levar,
Há um sítio onde o escuro não chegou para onde podes ir, um rio para libertar.»

Starting line

...

sexta-feira, outubro 19, 2012

Manuel António Pina


Acabei de ler agora que morreu o escritor Manuel António Pina. Gostava de ler aquilo que este senhor escrevia, inclusive nas suas crónicas no Jornal de Notícias, escritas até há bem pouco tempo.

E é curioso que tive a oportunidade de o conhecer. Foi em Joane, numa homenagem que lhe foi feita pela Associação Teatro Construção, tendo-lhe feito algumas perguntas para uma reportagem para a Famatv. E desde esse dia que simpatizei ainda mais com Manuel António Pina por ter sido na altura tão simpático e acessível. E será esta a imagem que certamente ficará.

«As palavras não servem só para dizermos coisas, para descrevermos coisas e os nossos sentimentos... As palavras criam mundos...  O meu trabalho é com palavras... Tive essa sorte. Trabalhar com uma coisa de que gostava e é natural que eu goste de fazer jogos de palavras... A fazer jogos de palavras encontram-se coisas fantásticas, há palavras que são amigas umas das outras, que se dão bem umas com as outras e gostam de estar juntas, há palavras que se detestam, outras que funcionam mal, que estão sempre a acotovelar-se... E isso é um Mundo fantástico, um mundo maravilhoso e ao mesmo tempo misterioso... Às vezes - e tenho quase a certeza de que já vos aconteceu -, as nossas palavras dizem coisas que nós não queremos dizer, como se começassem a falar sozinhas... Falam pelos seus próprios meios e isso é também uma aventura permanente. Não podemos dominá-las muito, ficam tristes... Como vocês, se começarem a controlar muito a vossa vida diária, ficam tristes, deprimidas... Com as palavras é igual, é preciso dar-lhes liberdade, mas também não se pode deixá-las a falar sozinhas ou começam a dizer o que não queremos, em vez de falarmos nós.»

Manuel António Pina

quarta-feira, outubro 17, 2012

Grey

Para tentar perceber as razões de tanto alarido (e porque me ofereceram o livro), comecei a ler o afamado livro de E. L. James, "As Cinquenta Sombras de Grey". Depois de oito capítulos, finalmente tiveram início as descrições de que todas as pessoas falam. E sinceramente o que o senhor Grey começou por fazer não me pareceu nada de extraordinário.

Depois, só percebo o sucesso deste livro porque as mulheres existem em número superior aos homens neste planeta a que chamamos Terra. Porque efectivamente se trata de um livro destinado ao sexo feminino e escrito por alguém que resolveu contar os seus sonhos e os seus ideais de perfeição.

Até porque o senhor Grey, com um corpo de deus grego e olhos cinzentos, nunca poderia existir na realidade. É produto da cabeça da senhora escritora. E cá para nós, ninguém tira a virgindade a alguém e depois a meio da noite vai tocar piano em tronco nu, deixando a espectacular donzela na cama exausta a dormir. E mais não digo.

segunda-feira, outubro 15, 2012

Sol

Do alto do topo da montanha, a luz que escolhe e ilumina o caminho. O calor que nos alenta, o brilho que envolve e liberta a cada passo. Escondido até ao nascer do dia, sobe e aquece até junto ao mar descer e desaparecer. Como a marca visível de todos os dias, o sol tatuado no meu braço.

Para sempre

...


domingo, outubro 14, 2012

This Time

Aqui, agora, neste momento. Música.

Na tua pele

A pele que toquei já os demais tocaram,
Ao de leve ou apertando bruscamente.
Sentindo só porque o desejaram
Na viagem sem rumo, levemente.
Os gemidos, pouco a pouco, conquistaram
Fraquejando nos minutos lentamente
Morrendo no caminho, os dedos viajaram
E ao toque dos desejos sucumbiram
Na tua pele, friamente.

Revisão

Última revisão feita e por isso já existe a versão final. Acredito que ainda possam surgir algumas mudanças até ao formato definitivo. Mas agora só resta esperar para ver no que resulta.

Última revisão feita ao som de uma boa selecção musical. ;)

De mais e de menos

Em Portugal há gente de mais a comentar tudo o que de menos se faz neste país.

Lugar

Um lugar, aquele lugar, qualquer lugar. O lugar de uma boa música.

sábado, outubro 13, 2012

A morte das estrelas

A morte das estrelas - JN


Gostei da fotografia.

sexta-feira, outubro 12, 2012

Lucky

...


quinta-feira, outubro 11, 2012

...

"O fogo onde ardo não queima,
Nada vejo mais que nada;
Todo o sonho é vazio...
E não importa sequer
Se é quente ou se é frio.
Quando esqueço o canto negro
Que faz cego o coração,
Todo mundo fica inerte
E é nada o que se verte
Da ferida aberta da paixão."

quarta-feira, outubro 10, 2012

...

Só existe uma palavra. Embora se possam escrever muitos textos.
Só há uma verdade. Embora a contemos de diferentes maneiras.
Só há uma vida e uma morte, mas muitas vidas e diversas formas de morrer.
E "só" é somente uma pequena limitação para tudo o que podemos criar e experimentar.

Espião

"Espião" dos adversários do F. C. Porto é "doente" pelos "dragões" - JN 

Confesso que sinto um bocado de inveja da emprego deste senhor. :)

segunda-feira, outubro 08, 2012

Parque da Cidade

Desde a inauguração e a primeira visita ao Parque da Cidade (ou da Devesa) que sou um cidadão famalicense mais feliz. Vale o que vale até porque a minha opinião não passa disso mesmo e muito pouca diferença poderá fazer. Mas não será por isso que deixarei de escrever que a beleza e a grandiosidade de uma cidade está não só na imponência das obras, no número de habitantes ou até no número de visitantes que consegue atrair, mas sobretudo na qualidade de vida que proporciona a todos os que nela habitam. E isso indubitavelmente não tem preço.

O Parque da Cidade dará mais saúde aos famalicenses, transformará o seu quotidiano, tornando-o mais agradável e proporcionando uma alternativa para uma qualquer actividade de lazer ainda para mais em contacto com a natureza. E se cá estamos todos para em força apontar o dedo aos governantes e políticos deste país, nestes momentos devemos também enaltecer a coragem de quem acreditou neste projecto e tudo fez para que o mesmo se concretizasse. E é cada vez menos comum a aposta no verde, nos espaços em que se promove a natureza em detrimento do cimento, dos prédios, do crescimento desmesurado e desgovernado das cidades e das regiões. E na minha opinião (mais uma vez a minha opinião) Famalicão tem crescido de forma equilibrada e sustentada. Mérito a quem o tem.

Nada melhor do que ter a possibilidade de passear num espaço verde dentro de uma cidade, poder praticar desporto em contacto com a natureza, ler um livro com um rio por perto, assistir a espectáculos ao ar livre ou simplesmente poder ficar sentado num banquinho e respirar ar puro.

É óbvio que nem tudo está perfeito e operacional ou simplesmente conforme o idealizado. Mas são pormenores ou "pormaiores" passíveis de resolução com o tempo. Levantam-se ainda questões como a segurança e o possível vandalismo de algumas zonas, mas as mesmas pessoas que garantiram a concretização deste projecto serão certamente capazes de garantir a segurança de todos quantos diariamente usufruem e usufruirão do Parque da Cidade.

Como famalicense, sinto orgulho no Parque da Cidade. E é mais uma razão para gostar de viver nesta cidade.

Cabeça

...


Espaço

Suave a forma como entra no ouvido, bem à medida de uma segunda-feira de céu cinzento e alguma chuva.


domingo, outubro 07, 2012

quase

"Quase nada me falta
Para tudo ser quase perfeito...
Quase chego a pensar que são os quases
Que quase dão sentido à existência.
Fosse tudo completo e adquirido,
Fosse tudo conquistado e vivido
E a vida era quase incongruência!"

JPA

quinta-feira, outubro 04, 2012

Macho

O pai entra no quarto do filho e vê um bilhete em cima da cama. Lê o bilhete, temendo o pior. 

Pai, é com grande pesar que te informo que fugi com meu novo namorado, o João, um italiano muito lindo que conheci no Algarve. Estou apaixonado por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles 'piercings', tatuagens e aquela super-moto BMW que comprou há dias. Mas não é só por isso que vou com ele, é que...também descobri que não gosto de mulheres e, como sei que não vais consentir isso, decidimos fugir e ser muito felizes neste mundo.

...Ele quer adoptar filhos comigo, e isso é tudo o que eu sempre desejei para mim. Aprendi com ele que a cannabis é óptima, uma coisa natural, que não faz mal a ninguém, e ele garante que no nosso pequeno lar não vai faltar marijuana. O João acha que eu, os nossos filhos adoptivos e os seus colegas gays vamos viver em perfeita harmonia.

Não te preocupes pai, eu já sei cuidar de mim, apesar dos meus 15 anos. Já tive várias experiências com outros tipos e tenho a certeza que o João é o homem da minha vida. Um dia eu volto para que tu e a mãe conheçam os nossos filhos.

Um grande abraço e até algum dia.

Do teu filho, com amor.

O pai quase a desmaiar, continua a ler. 

P.S.: Pai, não te assustes é tudo mentira!!! Estou na casa da Cátia, a nossa vizinha boazona. Só queria mostrar-te que existem coisas muito piores do que as minhas notas escolares que estão na primeira gaveta.

Abraços

Teu filho, burro, mas macho

quarta-feira, outubro 03, 2012

Sempre frango com massa

Sem tirar mérito ao futebol do Barcelona, tão pouco criticar a forma simples e vistosa como jogam, a verdade é que regra geral os jogos dos catalães têm apenas uma equipa em campo. E ontem não foi muito diferente, apesar dos elogios à postura do Benfica.

E quando vou começar a ver qualquer jogo do Barcelona já sei de antemão como vai ser o jogo e quem vai ganhar. Salvo raríssimas excepções. Por isso tudo se começa a tornar monótono e a verdadeira essência do futebol deixou de lá estar. Nomeadamente o imprevisto, a emoção que nos faz vibrar, a incerteza que mexe com os nossos sentimentos.

Fazer tudo demasiadamente bem, ser extremamente eficaz e ter uma fórmula que resulta sempre também não é bom. Porque as pessoas se cansam e acabam enfastiadas com mais do mesmo. É como comer sempre massa com frango estufado. É delicioso mas mais tarde ou mais cedo chegará o momento em que preferimos comer outra coisa qualquer.

psycho killer

Run, run, run, run, run, run, run, run, run, run, run away...


terça-feira, outubro 02, 2012

Final de tarde

Pode chamar-se e dizer-se várias coisas sobre esta música. Boas e más. Certo é que me anima e dá vontade de dançar. O que por si só seria outra imagem terrível.


Mourinho

O que os olhos vêem nem sempre é o suficiente.

Mou: "Odio mi vida social"

segunda-feira, outubro 01, 2012

quote

"Malandro não pára, malandro dá um tempo"

Cidade de Deus

Heart

Grande, muito grande...a música. :)




Miracle

Chegar lá...sem milagres...