segunda-feira, maio 26, 2014

Até que a luz

Saltamos que nem loucos.
Corremos sem ver.
Viajamos no tempo.
Gritamos até à rouquidão.
Seguimos os passos na areia.
Lutamos com todas as forças.
Deixamos o nosso e o dos outros.
Tocamos no íntimo.
Soltamos gargalhadas bem alto.
Abraçamos com força.
Beijamos com convicção.
Apertamos contra o corpo.
Sonhamos de coração e cabeça.
Por último e finalmente
Até que a luz se apague.

quarta-feira, maio 21, 2014

...


terça-feira, maio 13, 2014

...

Viver está na graciosidade do momento em que encaramos as voltas da montanha russa, sem apontar o dedo, de braços bem no ar, festejando a hora e todos os segundos de felicidade. Que nos marca, que vai connosco, guardada nos recantos profundos da superfície da pele. A pele onde habitam os sentimentos mais reais. A vida que foi feita para viver a mil, não é mais do que a vontade voraz de fazer permanecer marcas tatuadas nas pessoas. Como se viver fosse deixarmo-nos ficar cá para a eternidade.

quote II

«Enquanto eu tiver perguntas e não tiver respostas, continuarei a escrever» 

Clarice Lispector

quote I

«Eu não sou como muita gente: entusiasmada até à loucura no princípio das afeições e depois, passado um mês, completamente desinteressada delas. Eu sou ao contrário: o tempo passa e a afeição vai crescendo, morrendo apenas quando a ingratidão e a maldade a fizerem morrer.»

Florbela Espanca

terça-feira, maio 06, 2014

Like

«I call it magic 
When I´m with you»