terça-feira, agosto 30, 2011

O que aconteceu a seguir?

Genial.


terça-feira, agosto 23, 2011

completa

Mesmo rodeado de pessoas à minha volta, viverei sempre sozinho com a minha completa imperfeição.

segunda-feira, agosto 22, 2011

Do outro lado...

Acalmia.

sexta-feira, agosto 19, 2011

Para levar...

...um ritmo engraçado para o fim-de-semana.


Até amanhã

Sei agora como nasceu a alegria,
como nasce o vento entre barcos de papel,
como nasce a água ou o amor
quando a juventude não é uma lágrima.

É primeiro só um rumor de espuma
à roda do corpo que desperta,
sílaba espessa, beijo acumulado,
amanhecer de pássaros no sangue.

É subitamente um grito,
um grito apertado nos dentes,
galope de cavalos num horizonte
onde o mar é diurno e sem palavras.

Falei de tudo quanto amei.
De coisas que te dou
para que tu as ames comigo:
a juventude, o vento e as areias.

Eugénio de Andrade

quarta-feira, agosto 17, 2011

Headlight

«Hey, come on try a little
Nothing is forever
There's got to be something better than
In the middle»



terça-feira, agosto 16, 2011

quote

«Sometimes you have to let go to see if there was anything worth holding on to»

quinta-feira, agosto 11, 2011

Textos à medida

A partir de hoje escrevo textos à medida. Peçam um texto, digam o tema. Eu escrevo! Para quem gosta de ler o que escrevo...

segunda-feira, agosto 08, 2011

Simplesmente

«Eu amo-te sem saber como, ou quando, ou a partir de onde. Eu simplesmente amo-te, sem problemas ou orgulho: eu amo-te desta maneira porque não conheço qualquer outra forma de amar sem ser esta, onde não existe eu ou tu, tão intimamente que a tua mão sobre o meu peito é a minha mão, tão intimamente que quando adormeço os teus olhos fecham-se.»

Pablo Neruda