sexta-feira, dezembro 30, 2005

Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.


Pablo Neruda

Presidenciais 2006

É impressão minha ou as campanhas dos principais candidatos são um vazio completo? Mário Soares, Manuel Alegre, Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã só falam de Cavaco Silva e não apresentam as suas ideias. Já Cavaco Silva optou pelo silêncio e ninguém lhe arranca pensamentos concretos.

Os debates e as campanhas destes candidatos só promovem ainda mais a abstenção e a descrença nos políticos. Para além disso, as campanhas políticas arrastam-se por períodos de tempo muito extensos. Já ninguém tem pachorra para as notícias relativas às Presidenciais. Eu pelo menos não tenho...

Os interessados neste tema podem consultar um site sobre as Presidenciais 2006.

Os derbies do futebol mundial

Para os apaixonados do futebol, aqui fica um site em destaque. Visitem o Football Derbies e podem encontrar informações sobre todos os derbies mundiais. O historial das equipas em confronto, um resumo dos principais derbies de cada país, fotografias dos estádios, entre muitas outras coisas.

A informação está bastante actualizada (pelo menos no que toca a Portugal) e é impressionante o que eles sabem sobre os nossos clubes. E sem erros. O que é de louvar para um site estrangeiro. A única possível desvantagem é que está tudo em inglês.

Aproveitem!

terça-feira, dezembro 27, 2005

Boxing Day

O Boxing Day é o primeiro dia útil após o Natal, que nos países de língua inglesa é considerado como feriado. Tradicionalmente, nesse dia são distribuídos os presentes (gifts ou boxes). Serve também para levar adeptos aos estádios ingleses. O futebol não pára e existem quatro jogos agendados para um espaço de pouco mais de uma semana, incluindo o tal Boxing Day. A razão desta decisão dos ingleses é muito simples. Consiste em aproveitar o Natal e o Ano Novo para promoverem o espectáculo e venderem o produto futebol, o sustento de jogadores, árbitros, treinadores, dirigentes, entre outros.

Podem dizer-me que é uma sobrecarga em termos físicos para os jogadores, mas parece-me que as vantagens são maiores que as desvantagens. Para além disso, os jogadores são muito bem pagos para jogarem e também têm de fazer sacrifícios. Os espectadores pagam o seu bilhete para verem bons espectáculos, tendo nas férias de Natal uma óptima oportunidade para irem com as famílias ao futebol. Desta forma ganham-se ainda mais adeptos. É o mínimo que se pode “dar” a todos os sofredores do desporto rei que acompanham ao longo de um ano inteiro a sua equipa do coração. Um argumento plenamente válido.

Esta é a forma de promover o desporto e o espectáculo. Assim se consegue levar público aos estádios e rentabilizar o futebol. Não há outra forma de o conseguir. Falta que em Portugal cheguem a essa conclusão, em detrimento do “salve-se quem puder, eu quero é que a minha equipa ganhe a qualquer custo”. O futebol é cada vez mais um negócio, um produto que precisa de ser vendido. Para isso tem de ser credível e bem promovido.

sábado, dezembro 24, 2005

FELIZ NATAL E UM 2006 FANTÁSTICO!

Desejo a todos os visitantes deste Blog um SANTO NATAL e que em 2006 concretizem todos os vossos objectivos!

Saudações Natalícias

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Mourinho, the Special One

José Mourinho é de facto o melhor treinador do Mundo. Os ingleses também gostam muito dele (alguns) e brincam com o seu feitio. Uma rádio de nome Today FM fez umas imitações muito engraçadas que já passaram numa rádio portuguesa. Ouçam e divirtam-se...(para ouvir precisam de gravar para o disco do PC fazendo "guardar destino como...")

Mourinho no balneário

Mourinho na rádio

"I´m fantastic, I´m good, I´m very good, I´m amazing, I´m incredible, I can not be better, I´m perfect..."

quinta-feira, dezembro 22, 2005

A riqueza dos nomes!

Por motivos profissionais, acompanho de perto o campeonato nacional da 3.ª divisão série A. Estes campeonatos têm aspectos no mínimo caricatos e curiosos. Um desses aspectos é a riqueza dos nomes dos jogadores. Autênticas pérolas, sem desprimor para as qualidades futebolísticas dos mesmos.

Então cá vai: Raviola, Fina, Madaleno e Mocas (Joane); Ximena e Mobil (Bragança); Xila (Valenciano); Chica e Sencadas (Vianense); Malhão e Banana (Merelinense); Mara, Faneca, Lelo e Maka (Amares); Pipoca e Miguel Conveniente (Valpaços); Muchacho e Gaiteiro (Esposende); Brioco e Rendeiro (Cabeceirense); Hermes (Cerveira); Gentil, Alpha e Terinho (Brito); Bina e Bonifácio (Monção); Pik (Vinhais).

Guardo mais histórias para uma próxima oportunidade. Entre elas, algumas idas aos balneários das equipas de arbitragem com private jokes incluídas e tudo.

quarta-feira, dezembro 21, 2005

Compras de Natal

O Natal é uma época de gastos elevados. Eu diria até de exageros monetários. Como se isso não bastasse, precisamos ainda de levar connosco doses extra de paciência. Centro comerciais a abarrotar, trânsito impossível, falta de lugares para estacionar, enfim, filas e mais filas. Há quem lhes chame bichas, mas isso são contas de outro rosário. As filas são, à semelhança do Pai Natal, um ícone desta quadra natalícia. Quem ainda não esteve na fila para os embrulhos? E na fila para pagamento? E na fila de trânsito nos últimos quilómetros até ao centro comercial? Vocês sabem do que é que eu estou a falar…

Depois vêm os presentes. E se pensarem bem, à medida que vamos envelhecendo, o tipo de prendas vai-se alterando. Quando somos crianças, recebemos brinquedos e chocolates. O passo seguinte é a adolescência. Chegou a vez dos cds, livros e dvds. A partir daí estamos confinados a roupa: meias, cuecas, pijamas, camisolas e camisas. Um fartote! Quando começarem a receber roupa pelo Natal é porque estão a ficar velhos. Vão por mim.

Apesar de todas as desvantagens, o Natal é sempre uma época agradável. É a oportunidade única de juntarmos toda a família (mesmo os parentes que são umas melgas) e mantermos alguma harmonia, pelo menos uma vez por ano. Como diz num slogan de uma padaria perto da minha casa: “Passe os momentos especiais junto das pessoas especiais. Boas Festas!” (qualquer coisa deste género).

O Natal no seu melhor...

Como no Natal o que faz falta é animar a malta, não podem deixar de ver e ouvir isto:

Música de Natal



segunda-feira, dezembro 19, 2005

BEM-VINDOS!

É com agrado que abro as portas desta nova casa. Espero que encontrem coisas do vosso agrado. Prometo começar a dinamizar o Blog muito em breve. Aguardem mais novidades e voltem sempre que puderem...