domingo, outubro 14, 2012

Na tua pele

A pele que toquei já os demais tocaram,
Ao de leve ou apertando bruscamente.
Sentindo só porque o desejaram
Na viagem sem rumo, levemente.
Os gemidos, pouco a pouco, conquistaram
Fraquejando nos minutos lentamente
Morrendo no caminho, os dedos viajaram
E ao toque dos desejos sucumbiram
Na tua pele, friamente.

2 comentários:

Anónimo disse...

BRUTAL.
Imagens fabulosas :)

Bruno Marques disse...

:)