quinta-feira, setembro 20, 2012

Comidinha

Ontem no Top Chef americano o desafio dos chefs era confeccionar a última refeição de um conceituado leque de júris. Ou seja, cada um escolheu aquela que seria a sua perfeita e derradeira refeição. Uma espécie de condenado à cadeira eléctrica com oportunidade para poder saciar os seus apetites.

Curiosamente, as escolhas não foram muito elaboradas e complicadas, passando pelo pombo, frango assado ou salmão grelhado. A prova talvez de que os pratos mais simples são provavelmente os que nos dizem mais. Se calhar porque nos remetem para memórias de infância, para os cozinhados das nossas avós, das nossas mães, para os sabores que nos transmitem as melhores sensações. E agora que escrevo sobre isto, lembrei-me das bolachas Maria com queijo que a minha avó preparava. Não são propriamente uma refeição, mas algo cujo sabor me remete para as melhores recordações.

E pensando naquela que seria a minha última refeição, entre muitos pratos que me agradariam, acho que escolheria um suculento e saboroso bife grelhado, com batatas fritas muito finas e às rodelas e um belo de um ovo estrelado a acompanhar. Sem esquecer que o bife teria de ser nem muito bem, nem muito mal passado e o ovo teria de ser à minha moda. Passado dos dois lados mas sem exageros porque gosto sempre de um bocadinho de gema para molhar com o pão.

Sem comentários: