quinta-feira, março 06, 2008

Mais fácil escrever que falar

«Os jovens dos 12 aos 25 são “a geração que passa mais tempo com tecnologias do que com pessoas”. Quem o diz é a Publicis, uma agência de publicidade, que tem vindo a elaborar estudos sobre vários sectores sociais. Já o fez sobre as mulheres, sobre os homens, e agora lança o estudo Tweens, sobre jovens. Este estudo defende a tese de que a tecnologia permite aos jovens “obter e partilhar momentos e experiências com o mundo” e que isso colmata a sua grande necessidade de partilhar com os amigos tudo o que lhes acontece, a todo o momento.

Através da análise de artigos de imprensa e internet e de entrevistas a dez jovens que reportaram o seu dia-a-dia durante uma semana, concluíram que, hoje em dia, “é mais fácil para os jovens ler e escrever, do que falar e ouvir”. Através dos telemóveis e da internet, desenvolveram uma dificuldade na comunicação verbal e estão mais à vontade em conversar com as teclas.»

In Publico.pt

Gosto de escrever e sou um defensor acérrimo das novas tecnologias. Este blogue pode ser um exemplo disso. Mas também gosto de uma boa conversa com pessoas interessantes desse ponto de vista. Sinceramente há tempo para tudo e uma coisa não impede a outra. Aliás, complementam-se.

2 comentários:

flá disse...

Bem, tenho saudades dessas conversas, mas agora nem escritas nem orais, apesar da panóplia tecnológica.

Bruno Marques disse...

É bem verdade...