terça-feira, maio 27, 2008

Como disse?

Há dias ouvi o ministro da economia, Manuel Pinho, comparar Portugal com a Alemanha e outros países europeus. Dizia ele que em termos de impostos, por exemplo ao nível dos combustíveis, Portugal estava num patamar abaixo da média europeia e que por isso não fazia sentido baixar a carga fiscal. Pelo meio disse ainda outros disparates, nomeadamente no sentido de que os portugueses não se podiam queixar dos impostos, comparativamente com a situação da Europa.

Ora, o que este senhor se esquece é que os portugueses ganham muito pior do que outros cidadãos europeus. Temos muito menos margem de manobra em termos económicos e nesse sentido os impostos deveriam ser mais baixos do que noutros países. Deviam existir maior conformidade. É por termos políticos como este que estamos como estamos. Chama-se a isto atirar areia para os olhos das pessoas.

4 comentários:

PontoGi disse...

Palavras de quem????Ah, Manuel Pinho. Está explicado.

flávia disse...

Com licença, vou ali cortar os pulsos e já venho pra aqui burrifar o teclado...

É o que vai dando vontade de fazer com o acumular de episódios ridículos como este, a juntar à crise real q enfrentamos a cada dia.

Ou então era pô-lo a ela a sangrar do nariz...

Jesus disse...

Boy!
Confirma-se, este ano é que há BURROS!!!!

Bruno Marques disse...

LOL. Flá, tens razão! Acho que a solução já vai passando mesmo pela violênica...:)
E sim, é verdade, este ano a colheita de burros foi muito boa...