quarta-feira, outubro 15, 2008

Para onde olhar?

Já vos aconteceu estar a conversar com alguém e não conseguir evitar olhar para qualquer pormenor dessa pessoa?

Por exemplo, quando a pessoa que está à nossa frente, com algo pendurado no nariz, a boca suja ou o fecho das calças aberto, e não conseguimos desviar os nosso olhos, dando a clara indicação de algo de mal se está a passar. É uma situação delicada e se nos fixarmos muito nesse ponto, quem está à nossa frente acaba por ficar com a pulga atrás da orelha.

Outra circunstância é estarmos a conversar com alguém com decotes acentuados. É quase inevitável o olhar não se desviar para sítios perigosos. A questão é simples: o que fazer em situações como estas?

5 comentários:

Jorge Rita disse...

Ora bem Bruno, no meu caso, por norma, se a questão são os peitos ou o decote que descobrem os mesmos, por norma faço constatação de facto! Se saõa boas digo que são boas, se não sao grande coisa digo que deviam andar tapadas...
Já quando ao resto, ora depende. Se conheço dou tanga. Se não conheço normalmente espalho-me a rir...
A mim há uma coisa que me faz imensa confusão que é olhar para pessoas com estrabismo. Não consigo! Já me aconteceu de estar num tete-à-tete em trabalho e não conseguir olhar para a pessoa o tempo todo!

Jorge Rita disse...

Mas a parte das mamuchas vai por mim. Comenta logo porque por norma antes de sairem de casa as senhoras olham-se ao espalho e depois de porem o pé na rua estou á espera de um comentário assim..
(no maximo levas um par de estalos...)

Bruno Marques disse...

Obrigado pelas dicas. Gostei da parte do estrabismo. Realmente, agora que lembras, é uma situação também bastante complicada.:)

A parte dos decotes é um misto de agradável e embaraçoso, mas normalmente evito de fazer grandes comentários. A não ser que conheça bem a pessoa em questão...

PontoGi disse...

Complicado o estrabismo!
Complicado tb. pra mim, a cena das mamas pk, mesmo sem decote, sao alvo de alguma atencao!

bru,
"A não ser que conheça bem a pessoa em questão..." a quem o dizes!!
bjo

Bruno Marques disse...

Pois, pois...