quinta-feira, agosto 07, 2008

Frase

«Deus fez gajos inteligentes como tu e bonitos como eu que deixam bolachas de chocolate a derreter no carro»

PRS

15 comentários:

Jorge Rita disse...

Podes acrescentar ao méne que nariz grande não condiz com bonito. já as bolachas...paciencia.

Bruno Marques disse...

Ele pensa que é bonito. Coitado, anda tão enganado...:)

Pedro Reis Sá disse...

Houve mais conversa e o bonito nao era bonito de beleza... era menos inteligente! tipo loiro!
Boa frase

Bruno Marques disse...

Pois, lá loiro tu és! A frase é realmente boa, caso contrário não entraria neste blogue. Não é muito inteligente deixar bolachas de chocolate dentro do carro nesta altura do ano.
Diria que estavas com a cabeça ocupada com outras coisas...

Anónimo disse...

"Gajos"
Nossa... eita.. posso até susspeitar o que seja, mas é melhor voce dizer! O que é? significado? risos
Ah! sou brasileira...rs

alegria disse...

"Gajos"
Nossa... eita.. posso até susspeitar o que seja, mas é melhor voce dizer! O que é? significado? risos
Ah! sou brasileira...rs

PontoGi disse...

Ainda assim, continuo a preferir os gajos inteligentes!
No melhor pano...

alegria disse...

"Gajos"
Nossa... eita.. posso até susspeitar o que seja, mas é melhor voce dizer! O que é? significado? risos
Ah! sou brasileira...rs

Bruno Marques disse...

"Gajos" em Portugal significa rapazes, ou em português do Brasil, moços. Sei que no Brasil não se deve utilizar muito.
Espero que esteja tudo esclarecido :)

alegria disse...

Ah! sim...
esclarecido! obrigada....meu gajo!

Bruno Marques disse...

LOL...:)

Pedro Reis Sá disse...

Até meninas brasileiras comentam!E que benvindas são!!!!
Gosto mais de bolochas com o chocolate a derreter! a nódoa deve cair nesse pano, só se for!
Digamos que é uma frase engraçada e bem explicativa da minha pessoa, de quando em vez...

Bruno Marques disse...

bolochas é bonito....:)

Pedro Reis Sá disse...

Bolochas é sexy...
é o termo usado para as bolachas depois de terem ficado no carro! :)

CATI disse...

Típica frase do Pedro (o garanhão da zona)