domingo, janeiro 30, 2011

Nosso

Aquilo que é nosso tem algo de especial. A nossa casa, a nossa cama, a nossa almofada, o nosso computador, o nosso carro, a comida das nossas mães, as palavras certas dos nossos pais, os abraços dos que estão do nosso lado...

O sentido de posse pode tornar-nos demasiado egoístas. Mas é naquela pequena diferença entre o nosso e o dos outros que está muito do que nós somos. Que faz cada um diferente de cada qual. Únicos. Com direito a tudo o que é só nosso.

Sem comentários: