quinta-feira, março 29, 2012

praia

Perguntaram-me se sentia falta do jornalismo. Das entrevistas, dos noticiários, dos artigos publicados. E eu respondi que não, mas apenas das histórias, das pessoas e do ambiente sui generis da Redacção. E sinto mesmo.

Tudo o resto se resume à escrita e isso, felizmente, poderei sempre continuar a fazer enquanto tiver forças, inspiração e vontade. Escrever é praia. E quero continuar as grandes caminhadas no areal seguidos pelos mergulhos no mar tranquilo.

Sem comentários: