domingo, março 04, 2012

O amanhecer

Onde pernoita a tua vontade
Adormecem os teus desejos,
Anoitece a fome dos beijos.
Na escuridão das certezas
Mora a esperança do corpo
E o coração já morto.

Onde desperta o sentimento
Cresce a Primavera em flor,
Amanhece a paixão de um só cor.
Na luz da breve manhã
Acontecem as memórias da alma
Permanece o bater forte que acalma.

Sem comentários: