quinta-feira, março 02, 2006

Uma história – parte III

Tudo pode acontecer. Ainda ontem nada fazia sentido e hoje já consigo sorrir. Consegui encontrar sem procurar, aquilo que muitos procuram sem encontrar: um Amor de verdade. Se me perguntam como e quando foi, respondo: “num dia como outro qualquer, já não sei porquê”.

O importante é que sei que o essencial ficará para sempre. Quer queiramos quer não, é impossível negar que existem momentos que nos marcam muito profundamente. Mais do que aquilo que por vezes pensamos ser possível. Ao lerem o que escrevo, devem achar que sou uma espécie qualquer de doutorado no assunto, mas na verdade sou apenas mais um que se deixou apanhar pelas malhas do Amor.

Não me importa! Sou um idiota. Mas não um idiota qualquer. Sou um idiota feliz e orgulhoso.

Sem comentários: