quinta-feira, março 07, 2013

em doses pequeninas e moderadas

A razão é racional, ponderada, fria, serena, calculista, pensativa, moderada, factual, decidida e irredutível.

A emoção é louca, instável, exacerbada, transtornada, inconstante, apaixonada, intempestiva, irrequieta, sensorial e afectiva.

Viver sem emoção é rejeitarmos a existência, esquecer o toque da pele contra a pele, o calor tão humano de se sentir. E as sensações que nos fazem estremecer por dentro, de forma involuntária, são tão somente emoções a fervilhar. Com a razão como a forma única de as explicar. E moderar, em doses q.b..

Sem comentários: