quarta-feira, novembro 24, 2010

O povo

Gosto de pessoas simples e genuínas. E o melhor exemplo está no que vulgarmente chamamos "povo". O português típico, o cidadão comum, o anónimo que atravessa uma qualquer rua ou esquina. E o povo tem essa capacidade de dizer muitas coisas acertadas de forma compreensível e sem grandes malabarismos. Melhor mesmo do que os grandes estudiosos e entendidos nesta ou naquela matéria.

Ao ver as notícias do dia de hoje, surgiram vários exemplos disto mesmo que escrevi em cima. O vídeo que se segue é apenas um desses exemplos. Atentem nas palavras da senhora que está na rua a vender flores. E depois irão perceber o que quero dizer.

Sem comentários: