terça-feira, novembro 09, 2010

Esta noite

Como se prevê que esta noite seja longa, dou-me ao luxo de pelo menos escolher a banda sonora que me vai acompanhar ao longo da jornada. Com música parece mais fácil.

Acrescento só que esta é uma adaptação musical de um poema de Pablo Neruda. Fica também um excerto do mesmo.

Me gustas cuando callas y estás como distante.

Y estás como quejándote, mariposa en arrullo.
Y me oyes desde lejos, y mi voz no te alcanza:
déjame que me calle con el silencio tuyo.

Sem comentários: