terça-feira, novembro 30, 2010

Comigo

Nem longe de mais para ser impossível lá chegar, nem perto o suficiente para sentir o teu calor. Independentemente da distância, estás sempre comigo.

2 comentários:

c*c disse...

Comigo também! Há fases que são mesmo assim...

Bruno Marques disse...

Gosto dessas fases prolongadas. Se possível, sempre...:)