segunda-feira, janeiro 22, 2007

Cultura

A expressão "OK" surgiu durante a Guerra da Secessão: se as tropas voltavam para o quartel após uma batalha sem nenhuma baixa, escrevia-se numa placa imensa "O Killed" (zero mortos), ou seja, tudo bem!

Já agora, e como hoje estou um mãos largas, fiquem também a saber que somos incapazes de fazer cócegas no próprio corpo (propositadamente) porque o cérebro prevê os nossos movimentos antes que elas aconteçam...

Outros estudos revelaram que as pessoas louras têm essa capacidade...

1 comentário:

Rafeiro Perfumado disse...

Já valeu a pena cá ter vindo, ficar a saber a origem do OK. A das cócegas faz-me lembrar a impossibilidade que cada pessoa tem de lamber o seu próprio cotovelo...