terça-feira, setembro 30, 2014

isto

Entraste na casa do meu corpo,
desarrumaste as salas todas
e já não sei quem sou, onde estou.
O amor sabe. O amor é um pássaro cego
que nunca se perde no seu voo.

Casimiro de Brito

1 comentário:

Anónimo disse...

O amor tem destas coisas.
Desarrumar é bom sinal.
Pode voltar-se a arrumar com novas disposições de móveis, sentimentos e pessoas. Nem tudo é mau.

Nunca desista do coração.

1+1