domingo, outubro 17, 2010

Palavrões

Um texto escrito por Miguel Esteves Cardoso e lido por Miguel Guilherme, sobre uma temática que não lembra ao diabo. Todas as pessoas usam palavrões no seu dia-a-dia e aqui fica uma visão interessante.

O texto de um escritor que gosto e a voz de um actor que aprecio bastante.



P.S.: Hoje apetece-me dizer palavrões. Vá...mas isso até nem é novidade!

2 comentários:

patrícia disse...

Bem, depois do que ouvi já não me vou sentir tão mal quando disser um palavrão... ou dois... ou muitos! :D **

Bruno Marques disse...

A intenção era mesmo essa. Fiquei satisfeito por saber que existem pessoas que gostam de palavrões. :)