sexta-feira, setembro 24, 2010

Arrumações

Esta tarde estive a arrumar algumas das minhas coisas que foram deixadas para trás na casa dos meus pais. E não deixa de ser interessante olhar com atenção para os objectos que marcaram o nosso passado. Achei verdadeiras relíquias, entre cds, cadernos com apontamentos e textos que já nem me lembrava de ter escrito e sobretudo muitos objectos de tempos idos.

Encontrei muita música, jornais, as minhas primeiras publicações, credenciais de entradas em estádios, anotações perdidas, um gancho para prender o cabelo (isto não sei como foi lá parar), cartas, postais, fotografias, uma imensidão de recordações.

E o que aconteceu foi que voltei a guardar quase tudo, em caixotes, para colocar noutro sítio. Para daqui a mais alguns anos voltar a abrir os caixotes e sentir aquilo que sinto neste momento. Saudosismo misturado com uma boa dose de contentamento.

4 comentários:

ML disse...

Adoro mesmo essas arrumações!! Saudades... boas lembranças e a percepção real que o tempo afinal passa para todos.

Estou a ficar velha.

Big Kisses

ML

Bruno Marques disse...

A tempo passa, as recordações ficam. Isso é o mais importante, sobretudo se foram boas. :)

Pedro Reis Sá disse...

De quem era o gancho? TEU?!

Bruno Marques disse...

Era. Ofereceram-me para o gozo por supostamente ter o tique de estar sempre a mexer no cabelo. :)