segunda-feira, julho 18, 2011

Descoberta

Nada se descobre sem experimentar, sem ter a coragem suficiente para correr o risco. É bom minimizar todos os riscos nas nossas vidas, mas não sentir o sabor do desconhecido, não ficar minimamente vulnerável também é demasiado mau. As surpresas também são o sal. Ou o açúcar, se preferirem.
Partir à descoberta é do melhor. Alargar horizontes, conhecer novos sítios, ter novas experiências, falar com outras pessoas, praticar a trivialidade ou a simples conversa parva, respirar os lugares por onde passamos, os caminhos pisados pelos nossos próprios pés…
Descobrir é a palavra. E descobrir traz consigo tantas outras palavras a não descurar.

Sem comentários: