segunda-feira, janeiro 07, 2008

...

Lendo algumas das coisas que escrevo, não só aqui no blogue como noutros sítios, cheguei à conclusão que me sirvo muitas vezes das reticências. Porquê?... não sei bem...

Se calhar porque transmite a sensação de que algo fica no ar. É quase que uma pausa para pensar no que vamos escrever a seguir. E depois porque abre um espaço no texto para as pessoas, se quiserem, acrescentarem algo de seu. Darem continuidade...

Vou ver à Wikipédia e a definição é a seguinte: "A utilização deste género de pontuação indica um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite, por parte de quem exprime esse conteúdo, reticência, omissão de algo que podia ser escrito, mas que não o é". Lá está, vai de encontro ao que eu escrevi acima.

Por muita coisa que qualquer um de nós escreva, fica sempre algo por dizer. Os textos nunca são completos ou totalmente fechados. Daí as reticências. Gosto de deixar algum mistério...

As palavras nunca são suficientes para transmitirem tudo o que queremos....

Sem comentários: