quarta-feira, maio 16, 2007

Um terror

Este episódio que vou contar passou-se há precisamente uma semana. E é digno dos melhores filmes de terror...


0h38, Redacção do Jornal "Opinião Pública"

Eu e o Jorge Humberto estavamos a terminar o trabalho de uma saída nocturna. Redacção completamente vazia até que do nada ouvimos a campainha tocar. Primeira reacção: olhar um para o outro a ver quem iria abrir a porta.

Após alguma hesitação, o Jorge levantou-se da cadeira e começou a dirigir-se à porta e eu, qual guarda de honra, segui-lhe as pisadas. Qual não é a nossa surpresa quando ao olharmos por entre a porta envidraçada vemos do outro lado um cantor pimba. O terror nos nossos fragéis corações foi ainda maior. E então quando ficamos a saber os motivos daquele inesperada visita, o terror atingiu o seu auge.

Tudo isto numa noite que começou na Casa das Artes a ouvir um grande espectáculo protagonizado por um cantor local. Mas isso fica para uma outra postagem.

6 comentários:

RADIOGRAFIA disse...

Maricas!!! Gajos cheios de medo é do pior do que há!

Vou ensinar-te a cortar "gettyimages" - parece mal.

RADIOGRAFIA disse...

MARICAS!!!! Gajos com medo é do pior!

Vou ensinar-te a cortar o "gettyimages"!

Jorge Humberto disse...

Medo muito Medo!!!!!!

O cantor disse: "Podes arranjar-me a música do Fernando Correia Marques e a das Tayti?"

Foi muito mau!!

Mas pior foi o outro a tentar afinar na música dos Polo Norte :)))

Bruno és grande!!!

Bruno Marques disse...

Realmente és capaz de ter razão. O momento de real terror foi mesmo aquela imitação dos Pólo Norte...

Anónimo disse...

A radiografia gagueja!!!

eh!Eh!

Maricas não corajosos! Queria ver a tua pessoas a enfrentar tal animal. Tú que tens medo de uma pequena aranha.

BJ

Bruno Marques disse...

pois...