quarta-feira, maio 02, 2007

O dia do trabalhador

Os feriados sabem sempre muito bem. E como era o dia do trabalhador, resolvi não fazer nenhum. Ou melhor, trabalhei apenas quatro horas, isto é, entre a meia-noite e as quatro da manhã do dia 1 de Maio porque era dia de fecho de jornal. Tirando isso, não fiz nada de produtivo...

Descansar também é preciso...

6 comentários:

flá disse...

"resolvi não fazer nenhum" - ou seja, fizeste "algum" :-P

Olha, só tenho uma coisa a dizer: nunca mais vem sol...

Bruno Marques disse...

Também é verdade...

RADIOGRAFIA disse...

Foi uma noite de muito trabalho, mas de alguma risota, e até acabou por ser agradável.
Há pessoas a quem não me importo nada de fazer companhia.

Bruno Marques disse...

Também se não fosse a diversão e o convívio, trabalhar até aquela hora seria insuportável.
Realmente há pessoas que são uma boa companhia...

Pedro Sá disse...

Adorei ficar até tarde!!!!
Desculpem a minha ausência... sentida certamente

Bruno Marques disse...

Não ficaste até tão tarde como nós, mas também ficaste. O que conta é a intenção! :)