sexta-feira, setembro 29, 2006

O que é mais importante?

Os critérios das notícias serão sempre discutíveis. E cada um pode dar maior ou menor destaque a uma mesma notícia. E como sabemos também existem critérios comercias que infelizmente hoje em dia querem dizer muito mais dos que os critérios jornalísticos.
E só dessa forma compreendo a capa de hoje do diário desportivo A Bola. O que é mais importante a passagem do Sporting de Braga à fase de grupos da Taça UEFA, sendo inclusive a única equipa portuguesa a consegui-lo, ou o facto de Rui Costa estar quase recuperado? A minha opinião é que é mais importante o Sporting de Braga. Mas gostava também de ouvir outras opiniões...

6 comentários:

berlaitadas disse...

Infelizmente para quem gosta verdadeiramente de desporto e, neste caso de futebol, o Rui Costa (enquanto simbolo do benfica) vende muito mais que o Sporting de Braga...Logo há que "dar às pessoas o que elas querem da forma que os jornalistas pretendem"!
Negócio tortuoso..

vieria2000 disse...

Eu só comento quando colocares as capas do record e do Jogo ao lado dessa (por acaso hoje vi as três).

vieria2000 disse...

Agora, não descobriste a pólvora ;)

Bruno Marques disse...

Eu sei que isto não é novidade para os interessados por estas matérias. E é óbvio que o Rui Costa vende mais do que o Braga. Só não acho bem é que se dê maior destaque ao homem do que ao Braga. Mas se calhar sou eu que sou demasiado utópico.
Já agora, a capa do Jogo é o Jesualdo Ferreira e a do Record, sem ver, deve ser algo sobre o Sporting. Mas não te esqueças que o Jogo tem uma capa diferente para o centro e sul do país. Que no mínimo era o que os outros dois jornais desportivos deveriam fazer.
Mas isto sou eu a pensar alto...

vieria2000 disse...

A capa do Record era semelhante à da Bola (ver www.record.pt) e ao referires que o Jogo sai com três capas diferentes disseste tudo. Afinal gostam todos de comer do mesmo pote. Só não achei bem descriminares apenas a Bola quando os outros dois seguem uma linha editorial não tão diferente assim.

Quanto à questão essencial, é óbvio que concordo contigo, dou como exemplo quando o Obikuelo ganhou duas medalhas de ouro num mundial de atletismo e ele só teve direito a uma colunazita ou a um canto da capa nos TRÊS jornais... O futebol é o ópio deste povo. Eles vivem todos do mesmo - vendas, e não é à toa que vão todos atrás do mesmo assunto...
No caso do Jogo, por ser um jornal do Porto, com tudo o que isso possa significar, come em três pias... Ou achas que é porquê que os desportivos lideram as tabelas de vendas de jornais nacionais?

vieria2000 disse...

«há que "dar às pessoas o que elas querem da forma que os jornalistas pretendem"!»

berlaitadas, os jornalistas aqui não pretendem nem mandam nada. Eles apenas fazem o que lhes pedem, seguindo a filosofia da direcção do respectivo jornal. E não vale a pena vir com a conversa de "mas está mal, têm que dignificar a profissão e tal", porque a situação não está para brincadeiras para o nosso lado...