sábado, março 13, 2010

Susto

Definitivamente tenho de deixar de andar de óculos de sol dentro do elevador. Esta semana consegui assustar, nada mais nada menos, do que duas pessoas. Tudo porque de manhã, quando saio para ir trabalhar, ponho os óculos dentro da casa e desço de elevador até à garagem com os ditos cujos postos.


Ora, o primeiro susto que provoquei foi a um rapaz, ainda jovem, que mal viu a porta do elevador a abrir-se, deu um salto para trás e a única coisa que conseguiu soltar foi um "bom dia" com a voz ainda a tremer. Imagino o susto que não deve ter sido fácil de digerir, até porque ainda não tinhamos chegado às dez horas da manhã.

O segundo foi hoje, um pouco mais tarde, com uma senhora que vive no primeiro andar. Descia eu para a garagem quando, sem estar à espera, o elevador parou naquele patamar. Vi logo que ia entrar alguém e encostei-me ao fundo do elevador. A porta abriu-se e a pessoa que estava à espera olhou para dentro, hesitou um pouco, pensando "o que é esta coisa que está dentro do elevador?!?!", mas lá acabou por embarcar na viagem, conseguindo também soltar o bem educado "bom dia".

Depois destas duas experiência aterradoras para as pessoas que se cruzaram comigo, decidi que jamais voltarei a usar óculos de sol num elevador. Não quero ser o causador de ataques de pânico e de poder provocar um mau início de dia às pessoas do meu prédio. Prometo que não o voltarei a fazer.

3 comentários:

Pedro Marques disse...

imagina agora tudo isso mas de óculos brancos! o pensamento é constante: "veio da noite; vai tomar o pequeno almoço ainda; que cheiro a álcool(mesmo que esteja a acordar); estes jovens de hoje são uma desgraça" :)

é sem dúvida aterrador o percurso de um elevador pois nunca sai bem a entrada nem a saída. Porém tenho uma técnica: digo algo baixinho que ninguém percebe... e fica arrumado! Tudo isto com os óculos brancos, fico catalogado de rebelde inconsciente. No fundo, apenas vou trabalhar.

;)

Flá disse...

o efeito n é dos óculos. és tu que és mesmo feio e causas medo ao susto. :P

Bruno Marques disse...

Também já pensei nessa hipótese. É uma forte possibilidade...