quinta-feira, novembro 22, 2007

Há dias assim

Ontem, quarta-feira, acordei muito mal disposto e deu-me para implicar um pouco com tudo. Estava mais calado do que o costume, quase não respondia às provocações e nem sequer conseguia articular duas ou três palavras seguidas.

Como se isso não bastasse, tinha olheiras de quase dois quilómetros (como se isso já não fosse habitual) e barba, que segundo dizem é pouca, de três ou quatro dias. Portanto, mau de mais para ser verdade. Sei que não sou bonito, mas ontem estava com um aspecto deplorável.

E é nos dias maus que os nossos defeitos ou feitiozinhos complicados estão mais à flor da pele. E certamente que nessas ocasiões as pessoas acham que somos impossíveis e têm muita vontade de nos dar umas palmadas. Acho que ninguém consegue estar todos os dias de bom humor. Depois quem paga, muitas vezes sem razão, são aqueles que nos rodeiam, seja em casa ou no trabalho.

Por isso, a todos os que me aturam nesses dias: obrigado!

3 comentários:

Anónimo disse...

Nem notei... nem assim deixas de ser um fofinho!!!
(Desculpa lá aquilo do noticiário de desporto)
Carla Soares

flá disse...

Ei, eu sei o que é isso (fora a parte da barba LOL). E lembro-me de ti em dias assim. Não és difícil de aturar. Eu sou bem pior (mas eu tb sou gaja e as gajas têm aquela cena das hormonas)

Tu tb aturas outros em dias menos bons, n é? Temos que ser uns para os outros :-P

Um dia após o outro, Bru... é assim a vida. o saldo final é que interessa para as contas.

Bruno Marques disse...

É bem verdade que o saldo final é que interessa para as contas. Mas acho que por vezes sou difícil de aturar...e sou chato...