sexta-feira, agosto 10, 2007

Surreal

Há coisas que pensamos que nunca acontecerão. E o que aconteceu numa das minhas últimas madrugadas só tem um nome: SURREAL.

Nunca pensei ouvir: "gosto muito da tua voz" ou "és lindo de morrer". Principalmente às quatro da manhã, depois de uma insistência com cinco chamadas e o visor do telemóvel a indicar "anónimo". E com sono, meio a dormir e sem responder, ficar a saber que o intuito da pessoa que estava do outro lado era repetir a gracinha na noite seguinte.

E mais, pediu-me que lhe escrevesse um poema. O anonimato ou as possíveis admiradoras até são coisas engraçadas quando não acontecem a meio de uma bela noite de sono.

3 comentários:

Anónimo disse...

olá bruninho... como estás? não fui eu que te liguei ao meio da noite até porque, para mim, esse período de tempo é aproveitado até ao último segundo para dormir... mas há pessoas que sofrem de insónias ou estão mesmo apaixonadas... pela tua voz claro! Beijos
Carla Soares

Bruno Marques disse...

Oi! Já tenho saudades tuas! Quando voltas?
Eu estou bem apesar destes telefonemas. Depois conto-te a história pessoalmente e com todos os detalhes. Foi mesmo surreal...
Beijos grandes e volta rápido!

Anónimo disse...

olá novamente... o meu filhote já faz 3 meses no domingo e por isso o meu regresso está para breve. Devo regressar ao trabalho no início de Outubro.
Até lá vou-me deliciando com o crescimento e evolução do Rodrigo.
Tenho pensado algumas vezes em ti porque tenho ido regularmente à Universidade do Minho. Sim, porque para além do regresso ao trabalho, as aulas aguardam-me...
Seja como for também tenho saudades tuas e acredites ou não o trabalho também me faz falta! Beijos