quinta-feira, fevereiro 27, 2014

...

«Ninguém é mais que ninguém nas saudades. Ninguém é especial no sofrimento.»

1 comentário:

Anónimo disse...

Sábias palavras...