quarta-feira, fevereiro 19, 2014

...

Que o coração sinta.
Que o corpo se resigne.
Que as palavras acabem.
Que a inspiração esmoreça.
Que a luz se apague.
Que caia o pano.
Que o mundo termine.

«Que o papel fale e que a língua se cale»

Sem comentários: