segunda-feira, agosto 12, 2013

Sonhos

Vi durante a hora de almoço uma reportagem no Primeiro Jornal da SIC sobre um pastor de 10 anos de Mondim de Basto. Não consegui ficar indiferente porque achei muita graça à história e ao seu protagonista. Para além das peripécias naturais destas histórias, retive algumas informações que não deixam de ter a sua piada.

Na reportagem contava-se que o jovem pastor tinha dois sonhos: ir à praia e visitar um centro comercial. E quando o jornalista lhe perguntou o que esperava encontrar na praia respondeu "muita areia, muita água e muita gente" enquanto no centro comercial estava à espera de ver "muita roupa e muitos brinquedos". Aos olhos e ouvidos de muitos jovens tudo isto soa a trivialidade e a tendência natural é sentir pena.

Acontece que este jovem pastor de 10 anos sai todos os dias das férias de manhã cedo de casa para levar 120 cabras para a serra e tomar conta delas durante o dia. E trazê-las de volta ao ponto de partida, sãs e salvas. Para além disso, apesar do parco apoio em casa, esta criança consegue ter sucesso na escola e até se dá ao luxo de fazer tabuadas enquanto vigia as cabras.

Eu já fui à praia vezes sem conta e quanto a centros comerciais, tento até evitar demasiadas visitas. Facilmente este jovem pastor cumprirá estes sonhos e alcançará outros que neste momento nem sequer estão nas suas perspectivas mais imediatas. E a questão, quando pensei nela, é que eu nunca serei capaz de levar uma única cabra para a serra (quanto mais 120!) e não a perder. Muito menos trazê-la de volta. Isto já para não falar que concerteza me perderia irremediavelmente na serra e não conseguiria voltar a casa.

Ele só tem 10 anos e consegue coisas que eu nunca conseguirei. 

1 comentário:

Anónimo disse...

Tive a mesma sensação ao ver a notícia.

Vidas que nos podem a um, primeiro olhar parecer vazias, mas que são imensamente cheias de tudo o que realmente interessa... afectos.

É um pequeno herói com um olhar super brilhante e sincero que espero que se mantenha... que continue a ajudar os pais e a ser feliz que me pareceu ser...

Um bem haja por escrever sobre este pequeno grande homem.

1+1