sexta-feira, janeiro 18, 2013

Esclarecer

As redes sociais e a possibilidade de serem divulgadas todo o tipo de informações, ideias, comentários, entre muitas outras coisas, são uma excelente ferramenta para chegarmos a algum sítio. Para globalizar e chegar mais longe. O mesmo não quer dizer que chegue melhor, de forma mais correcta. E quando as redes sociais são mal utilizadas, podem ter o efeito de transmitir ideias erradas da mesma forma global. Alguém mal informado pode dar uma opinião mal fundamentada e com isso informar mal quem nem sequer teve conhecimento de determinado assunto.

E depois disto deixo aqui um exemplo, tirado do Facebook, e que diz directamente respeito a algo relacionado com o meu trabalho. Este foi um comentário que surgiu numa rede social, não interessa o nome de quem o fez, apesar de ser público.


«Li hoje que dois jovens estudantes famalicenses (Didáxis, acho) venceram um concurso de empreendedorismo. Um criou uma aplicação iPhone para ajudar as pessoas no guarda-roupa, com loja online incorporada, tudo xpto. O outro criou uma bicicleta a motor com paineis fotovoltáicos. A CM VNF decidiu premiar os rapazes, e então o que fez? Ao primeiro deu-lhe mil euros no comércio tradicional, ao segundo 200. Agora pergunto eu, é para promover o trabalho desde dois cérebros jovens ou é para promover o comércio tradicional? É que, com 1200 euros talvez se criassem mais condições para os rapazes virem até a criar um empresa spinoff da Didáxis, como tanto se vê lá fora. Com pequena idade já dão cartas, é preciso segurá-los. No dia em que os velhos (de mentalidade), sim, esses que se recusam a utilizar uma calculadora ou um computador porque dizem "já do meu tempo era assim" forem à vida, talvez isto mude. Resumindo: 1200 euros no comércio tradicional dá para muita roupa, mas os putos daqui a 2 ou 3 anos estão sem qualquer futuro.»

Isto foi o que tive a possibilidade de ler. E não consegui evitar enviar uma mensagem à pessoa em questão com o esclarecimento abaixo:

Na sequência deste seu comentário, sinto-me quase na obrigação de lhe prestar alguns esclarecimentos. Na sequência do concurso "O Meu Projecto é Empreendedor", iniciativa levada a cabo pela Rede Municipal "Famalicão Empreende", da qual fazem parte a Câmara Municipal, o IEFP, a ACIF e outras associações e todas as escolas do concelho de Famalicão. Foi decidido lançar este concurso, com base nas PAPs realizadas pelos alunos dos cursos profissionais, de forma a promovermos ideias empreendedoras. Na sequência do concurso, onde concorreram 24 projectos, foram distinguidos os cinco melhores. Os restantes receberam diplomas de participação. O 4º e 5º classificados foram distinguidos com menções honrosas. Os três primeiros classificados receberam prémios monetários de 1000, 200 e 100 euros, respectivamente. 
Ficou decidido na parceria que seria a Associação Comercial e Industrial de V. N. Famalicão (ACIF) a responsável pela entrega desses prémios. Ora, como a principal missão da ACIF é defender os interesses dos seus associados e promover o desenvolvimento económico do concelho, como é óbvio tem de se associar a iniciativas como esta mas procurar precisamente os interesses acima mencionados. Por isso foi decidido atribuir o valor em compras no comércio tradicional associado. Que passa por todo o nosso leque de associados (não só lojas de roupa) de diferentes áreas de actividade e intervenção. Logo, os vencedores dos três primeiros prémios poderão escolher onde querem aplicar o dinheiro, isto é, podem fazer investimento nos seus projectos. Por exemplo, os dois jovens da Didáxis que apresentaram a aplicação para plataformas móveis (não só iPhones) vão aplicar o dinheiro em equipamento informático para poderem desenvolver melhor o seu projecto.
Nesse sentido, aquilo que escreveu não é totalmente verdade. Porque antes de escrever não se informou correctamente e com isso vai passar informações e ideias não verdadeiras a quem também não está por dentro do assunto. E estes jovens até podem estar sem futuro daqui a 2 ou 3 anos, mas pelo menos este concurso já permitiu que fosse concretizado um grande passo na divulgação das suas ideias inovadoras e empreendedoras.

E aqui fica o link da notícia da entrega de prémios.

Sem comentários: