terça-feira, julho 03, 2012

O que não se vê


De tudo o que existe,
Uma parte a vista não alcança
Seja sentimento ou beijo perdido.

Mas se tudo o que não vemos, existe
Para quê a existência
E não o simples aquecer da alma...

O que vemos no entardecer do dia passou,
Voltou de olhos molhados fechados
Numa manhã junto ao mar embarcou.

Sem comentários: