quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Planear

Gosto de fazer planos. Aliás, gosto sempre de ter tudo sob controlo e prever todos os cenários possíveis ao milimetro. Em suma, só fico satisfeito quando estou preparado para enfrentar todas as possibilidades. Mas na mesma proporção tenho medo que por uma ou outra razão o planeamento falhe. Há situações que jamais conseguiremos controlar e que podem ser impeditivos de cumprir o previamente planeado.

É claro que há coisas que têm de ser alvo de planeamento apertado, mesmo que distanciados de forma significativa em termos temporais. Por muito receio que algo falhe. Por exemplo, para além de alguns planos diários que vou traçando, neste momento faço planos giros a longo prazo. Oxalá tudo dê certo!

Sem comentários: