quinta-feira, setembro 06, 2007

Nada a fazer

O local onde vivemos por vezes é pequeno de mais. Pior do que isso é a pequenez de algumas pessoas que pode ser causada por alguma frustação em crianças ou por qualquer outro motivo. Nada que me incomode por aí além, mas uma situação que não consigo compreender.

Mas também sempre ouvi dizer que para o bem ou para o mal é sempre bom sermos falados. É sinal que estamos a fazer alguma coisa. Pelo menos a mexer.

5 comentários:

Anónimo disse...

há dias em que é mesmo preciso desabafar não é bruninho? e há certas coisas que não há mesmo nada a fazer... haja paciência meu Deus, muita paciência...
beijos
Carla Soares

Bruno Marques disse...

Obrigado por visitares o meu blogue e deixares comentários.
Sinto falta de nos estarmos a rir feitos perdidos um para cada lado. Como daquela vez em que fizeste aquela entrevista ao vocalista dos Gene Loves Jezebel! Lembras-te? :)

Anónimo disse...

depois de uma noite mal dormida (isto de ter bebes tem destas coisas) essa lembrança fez-me abrir um grande sorriso logo de manhã e olha que não é fácil!!! falta pouco para regressar ao trabalho... beijos
e o sorriso continua.............
Carla Soares

Famalicense Atento disse...

Espero que continues com o teu bom trabalho e o teu espírito crítico que tão bem tem feito ao jornalismo desportivo famalicense.
É também importante que não descures a dinamização do blog de desporto, ainda que tenhas que tolerar algumas vozes mais ressabiadas...

Bruno Marques disse...

Obrigado pelas palavras de incentivo. E tenho a perfeita noção que é difícil agradar a toda a gente. Por isso, acho que estou preparado para todo o tipo de vozes.