sábado, setembro 15, 2007

Aquele fim-de-semana

Não sei muito bem porquê mas não consigo deixar de pensar no último fim-de-semana com um sorriso nos lábios. Primeiro, e mais importante, porque estive rodeado de pessoas que me dizem bastante.

Depois porque nunca pensei que seis pessoas conseguissem fazer tanto barulho, em duas esplanadas distintas, a discutirem os melhores filmes e bandas de música de todos os tempos. Entre risos histéricos, muitas asneiras e insultos carinhosos à mistura as pessoas que estavam nas outras mesas devem ter-se divertido à brava. Isto na noite de sexta-feira que começou com um mega jantar e terminou embalado em caipirinhas e coxas de frango tiradas do frigorífico.

Não esquecer que houve quem anotasse os filmes que queria ver num envelope tirado à pressa de dentro da carteira. Ah e que há pessoas que fazem coisas estranhas com os braços. Só visto!

Se estas emoções já parecem muita coisa imaginem o que é dormir poucas horas e partir no sábado de manhã para Espanha. Destino: Vigo. Conhecemos a cidade, entre montras de lojas conhecidas e trocas de perfumes já ultrapassados no prazo, inclusive umas praias com armadilhas aquáticas, onde meti o pé. Local onde as gémeas fizeram um carrapito no cabelo...

Baiona seguiu-se no mapa do passeio com a visita à muralha (ler post anterior). Foi giro, mas o passeio só terminaria em Portugal com um repasto no Restaurante Baluarte, dentro da muralha de Valença. Boa forma de terminar a viagem. E o prego estava mesmo à maneira, certo Jorge?

5 comentários:

Luís disse...

Isso das coisas estranhas com os braços é mito.
bla bla bla, e... nada.

Jorge Humberto disse...

Um prego perfeito, para um fim-de-semana perfeitissimo.

Que se repita muitas e muitas vezes. Quanto à cena do braço concordo com o Chi...Luis. É mais um mito urbano.

Abraço

RADIOGRAFIA disse...

Se há coisas boas na vida... são os amigos, aqueles que nunca pensamos conhecer, mas conhecemos e gostamos, gostamos muito.

Bruno Marques disse...

BONITO! Como costumo dizer vocês são GRANDES...

Joana disse...

Tanto se falou do braço, mas o que é verdade é que não se viu nada.... Se calhar foi caipirinha a menos!!!:P